sicnot

Perfil

País

Diário Económico suspende temporariamente edição em papel

A Administração do Diário Económico, que hoje tem nas bancas a última edição em papel, com a manchete "Obrigado", avança na página online e no jornal impresso esperar que esta seja uma suspensão temporária.

"O Diário Económico suspende hoje a sua edição em papel. É, esperamos todos, uma suspensão temporária", refere a nota assinada pela administração do jornal publicada na última página da edição do diário em papel, estando igualmente em destaque na edição online.

Segundo a mesma nota, "estão asseguradas as condições para a marca Económico manter na televisão ETV e na plataforma digital (www.economico.pt) uma continuidade na produção de conteúdos de excelência".

No passado dia 10 de março, os trabalhadores do Diário Económico realizaram uma greve de 24 horas para reivindicar o pagamento dos salários em atraso, pois "apesar da violação de que são alvo" em relação "a um direito elementar", os trabalhadores "têm assegurado o regular funcionamento da empresa", disse então à Lusa o delegado sindical e membro da Comissão Instaladora da Comissão de Trabalhadores do Diário Económico, Paulo Jorge Pereira.

A 02 de março, a Ongoing Strategy Investments, holding do grupo que detém o Diário Económico, entrou em processo especial de revitalização de empresas devido às dificuldades financeiras, tendo sido nomeado já um administrador judicial provisório.

A direção editorial do Económico, que apresentou a demissão do cargo a 08 de março, deixa hoje uma mensagem na última página do jornal impresso, na qual começa por agradecer a todos os leitores, parceiros e anunciantes, lembrando que têm em mãos a última edição da série em que o Diário Económico é impresso em papel.

O diretor, Raul Vaz, e os subdiretores Bruno Faria Lopes, Francisco Ferreira da Silva e Tiago Freire, que cessam agora funções, agradecem ainda à redação do Económico salientando que esta "tem demonstrado um espirito de missão e uma capacidade de trabalho que merece ser salientada".

"Quer agradecer a todos os colegas dos demais departamentos do Económico, que revelaram esse mesmo espirito. A vida desta marca de 26 anos prossegue na internet e na televisão. A todos o nosso obrigada", pode ler-se na última página, onde aparecem algumas das primeiras capas do jornal 'salmão'.

O Diário Económico foi lançado a 30 de outubro de 1989, com direção de Jaime Antunes, Silvério do Canto e Goulart Machado. No ano em que faria 27 anos de existência, deixa as bancas, com Raul Vaz como diretor, que está demissionário desde a semana passada.

O Económico, incluindo televisão e jornal, emprega 138 pessoas, 31 dos quais jornalistas.

Lusa

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.