sicnot

Perfil

País

Portugueses desconhecem quantos anos terão de trabalhar para receber pensão completa

A percentagem de portugueses que admite desconhecer o número de anos de contribuições necessários para receber a pensão de reforma na totalidade, bem como o funcionamento do sistema público de pensões, aumentou até 2015.

REUTERS

De acordo a III Sondagem sobre as Pensões e os Hábitos de Poupança em Portugal, hoje divulgada, a percentagem de portugueses que desconhece o número de anos de contribuições necessário para receber 100% da pensão subiu de 36% em 2013, para 43% em 2015.

O inquérito, elaborado pelo Instituto BBVA de Pensões, mostra que no ano passado apenas 59% dos entrevistados tinham conhecimento sobre os seus próprios anos de contribuições, face a 68% em 2014.

Relativamente ao conhecimento sobre a pensão média em Portugal, 32% dos entrevistados admitiu desconhecer o seu valor, que era de 493,5 euros em 2013, de 457,7 euros em 2014 e de 409,9 euros em 2015.

Entre os entrevistados, assinala a consulta, "existe uma desconfiança generalizada das pessoas entrevistadas sobre o facto do Fundo de Estabilização Financeira ter capacidade suficiente para garantir o pagamento de pensões futuras".

Apenas 29% dos inquiridos sabem da existência do Fundo e "dois em cada três dos entrevistados que o conhecem não acreditam que possa ser suficiente para pagar pensões futuras".

As alterações na legislação relativa às pensões são conhecidas apenas por 38% dos inquiridos.

O inquérito conclui ainda que "a população portuguesa é pessimista quanto ao futuro, mas atualmente esse nível de pessimismo é menor do que em 2014".

O universo de análise desta sondagem é a população portuguesa residente em Portugal e a amostra é de 1.004 entrevistas, o que corresponde a um nível de confiança de 95,5%.

As entrevistas ocorreram entre 29 de setembro e 15 de outubro de 2015.

Lusa

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.