sicnot

Perfil

País

Governo lança sucessor do "Novas Oportunidades"

O Governo anunciou hoje o lançamento de um novo programa de educação e formação de adultos, com o atual ministro da Educação a elogiar os resultados do antigo programa "Novas Oportunidades" do executivo de José Sócrates.

© Albert Gea / Reuters

Este Programa Integrado de Educação e Formação de Adultos foi anunciado pelo titular da pasta da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, em conferência de imprensa, no final de um Conselho de Ministros totalmente dedicado às questões do Ensino Superior, da ciência e das escolas.

Perante os jornalistas, Tiago Brandão Rodrigues começou por defender que o programa "Novas Oportunidades", lançado a partir de 2007, deixou "marcas muito positivas" ao nível da educação e formação de adultos.

"Infelizmente, na última legislatura [com o executivo PSD/CDS-PP], esse programa foi praticamente desmantelado. O objetivo agora é criar a pedra basilar para o lançamento de um novo programa, que assentará numa lógica de modelização, tanto ao nível da estrutura, como dos conteúdos de formação", especificou.

De acordo com o membro do Governo, o novo programa vai dirigir-se a todos os que "não tiveram oportunidade de estudar no tempo mais natural".

"Não estou a falar só de população adulta já em idade avançada, mas também daqueles que ainda não conseguiram completar a escolaridade obrigatória e que ainda são jovens, muitos deles entre os 20 e os 30 anos. Com este novo programa, este grupo tem então uma nova oportunidade para se poder valorizar", referiu.

Tiago Brandão Rodrigues falou ainda de potenciais destinatários da frequência deste programa como cidadãos que tiveram uma recente "inflexão ao nível do seu percurso profissional".

"Estou a pensar ainda em todos aqueles que, por inquietação intelectual, pretendem dar novos passos, valorizando-se ao nível das qualificações", acrescentou.

Lusa

  • Novo programa de formação de adultos
    1:11

    País

    No Dia Nacional do Estudante que se assinala hoje, o Conselho de Ministros foi dedicado à ciência e à educação. Entre as medidas aprovadas, anunciadas pelo Ministro da Educação, estão a criação de um novo programa de formação de adultos, o lançamento do Orçamento Participativo nas escolas do 3º ciclo e do secundário, e a criação de uma Estrutura de missão para a Promoção do Sucesso Esclar.

  • Costa defende regresso de programa de formação para adultos
    0:51

    País

    O secretário-geral do PS defendeu hoje o regresso de um programa de formação de adultos, o que poderá remeter para o antigo programa Novas Oportunidades. António Costa diz que Portugal continua a ter um grande défice de qualificação entre a população adulta ativa. Considera que estes trabalhadores devem ter mais formação e contribuirem assim para o crescimento da economia. Uma ideia transmitida esta manhã por António Costa numa conferência promovida pela Aliança Progressista, em Lisboa.

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria" é a Reportagem Especial de hoje.

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.