sicnot

Perfil

País

Nuno Morais Sarmento admite candidatura à liderança do PSD no futuro

O ex-vice-presidente do PSD Nuno Morais Sarmento afirmou hoje que Pedro Passos Coelho é o líder ideal agora, mas não exclui, no futuro, vir a candidatar-se à liderança do partido.

Em entrevista à Antena 1, a duas semanas do congresso do PSD, Morais Sarmento disse que hoje sim Passos Coelho é o líder certo, mas admitiu que "com enorme dificuldade, com enorme dificuldade poderá ser candidato a primeiro-ministro daqui por três anos".

O ex-número dois de Durão Barroso no Governo disse que ainda não sabe se vai ao congresso, de 1 a 3 de abril, em Espinho, e afirmou estranhar aqueles que negaram Passos e vêm agora dizer que o homem está datado.

Para Morais Sarmento, o atual líder do PSD é o líder certo agora.

"Hoje sim... não sei o que lhe responderei para o ano", respondeu.

E quanto à hipótese de ele próprio ser candidato a presidente dos sociais-democratas, o ex-vice-presidente deixou o cenário em aberto: "No futuro não estou impedido de o ser no momento em que o entender, não há nenhuma razão para excluir isso."

Pedro Passos Coelho é presidente do PSD desde 2010, tendo sido primeiro-ministro entre 2011 e 2015, à frente de um Governo de coligação PSD-CDS.

As diretas para a liderança do partido foram a 5 de março e Passos foi reeleito com 95% dos votos, a maior votação em qualquer eleição com candidato único no partido.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.