sicnot

Perfil

País

Oliveira de Azeméis dá apoio a famílias das vítimas do acidente rodoviário

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro (PSD), disse hoje que o município já disponibilizou apoio psicológico e social às famílias das vítimas mortais do acidente ocorrido perto de Lyon, em França, que eram naturais do concelho.

Segundo o autarca, há indicação de que três das 12 vítimas portuguesas serão da freguesia de Fajões, Oliveira de Azeméis, apesar de ainda não haver uma confirmação oficial.

"Logo que tive conhecimento telefonei ao presidente da junta da Fajões disponibilizando o apoio psicológico dos nossos técnicos da Câmara às famílias das vítimas", disse Hermínio Loureiro.

O autarca referiu ainda que a vereadora da Ação Social já se encontra no terreno e a rede social do município "já esta a trabalhar para tentar encontrar soluções".

"Estamos a acompanhar a situação e em contacto permanente com a junta de freguesia", adiantou.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da Junta de Fajões, Jorge Paiva, disse já ter visitado as casas das famílias de duas das vítimas mortais.

Numa das situações, o autarca referiu que foi necessário chamar os Bombeiros para prestar apoio à esposa de uma das vítimas que "estava angustiada".

"Para já é só meras hipóteses. Sabemos que são daqui. As pessoas estão aflitas mas a confirmação ainda não há", disse o presidente da Junta, adiantando que se vive um clima "constrangedor" na freguesia.

Os doze portugueses, com idades entre os 7 e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado. A carrinha desviou-se para a faixa contrária e colidiu de frente com o camião.

O veículo em que seguiam os portugueses saiu da Suíça por volta das 21:00 de quinta-feira e teria como destino a Portugal. O acidente ocorreu por volta das 23:45 na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins.

Lusa

  • Presidente catalão garante ter plano de contingência
    2:14
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Subimos ao novo miradouro no pilar da Ponte 25 de Abril
    2:06
  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • 60 sobreviventes resgatados dos escombros no México
    1:21