sicnot

Perfil

País

Oliveira de Azeméis dá apoio a famílias das vítimas do acidente rodoviário

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro (PSD), disse hoje que o município já disponibilizou apoio psicológico e social às famílias das vítimas mortais do acidente ocorrido perto de Lyon, em França, que eram naturais do concelho.

Segundo o autarca, há indicação de que três das 12 vítimas portuguesas serão da freguesia de Fajões, Oliveira de Azeméis, apesar de ainda não haver uma confirmação oficial.

"Logo que tive conhecimento telefonei ao presidente da junta da Fajões disponibilizando o apoio psicológico dos nossos técnicos da Câmara às famílias das vítimas", disse Hermínio Loureiro.

O autarca referiu ainda que a vereadora da Ação Social já se encontra no terreno e a rede social do município "já esta a trabalhar para tentar encontrar soluções".

"Estamos a acompanhar a situação e em contacto permanente com a junta de freguesia", adiantou.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da Junta de Fajões, Jorge Paiva, disse já ter visitado as casas das famílias de duas das vítimas mortais.

Numa das situações, o autarca referiu que foi necessário chamar os Bombeiros para prestar apoio à esposa de uma das vítimas que "estava angustiada".

"Para já é só meras hipóteses. Sabemos que são daqui. As pessoas estão aflitas mas a confirmação ainda não há", disse o presidente da Junta, adiantando que se vive um clima "constrangedor" na freguesia.

Os doze portugueses, com idades entre os 7 e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado. A carrinha desviou-se para a faixa contrária e colidiu de frente com o camião.

O veículo em que seguiam os portugueses saiu da Suíça por volta das 21:00 de quinta-feira e teria como destino a Portugal. O acidente ocorreu por volta das 23:45 na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.