sicnot

Perfil

País

Presidente da República diz-se consternado com a morte de portugueses

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, declarou hoje estar "consternado com a morte de cidadãos portugueses em França", num acidente rodoviário ocorrido na noite quinta-feira, e expressou "as mais sentidas condolências" às suas famílias.

"Foi com a maior tristeza que tomei conhecimento do falecimento de 12 cidadãos portugueses no trágico acidente de viação ocorrido ontem ao fim da noite em Allier, na região centro de França. Quero desde já expressar às famílias destes nossos compatriotas as mais sentidas condolências", lê-se numa nota divulgada na página oficial da Presidência da República na Internet.

O chefe de Estado refere ter sido informado de que aqueles cidadãos portugueses residentes na Suíça "vinham passar a Páscoa a Portugal com as suas respetivas famílias" e manifesta-se "particularmente emocionado com este trágico desfecho".

"Quero por isso associar-me ao Governo e a todo o povo português neste momento de enorme dor e pesar", acrescenta Marcelo Rebelo de Sousa.

Os 12 portugueses, com idades entre os 7 e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado, cerca das 23:45 de quinta-feira.

O acidente ocorreu na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins, departamento de Allier, no centro de França.

O veículo em que seguiam os portugueses saiu da Suíça cerca das 21:00 de quinta-feira, e teria como destino Portugal.

Os primeiros-ministros português, António Costa, e francês, Manuel Valls, já expressaram as condolências às famílias das vítimas.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.