sicnot

Perfil

País

Três polícias e duas mulheres baleadas em tiroteio em Lisboa

Um tiroteio no bairro da Ameixoeira, na Alta de Lisboa, provocou cinco feridos, esta terça-feira ao início da noite. Três deles são agentes da PSP e dois são civis. Nenhum corre perigo de vida. As autoridades mantiveram um grande dispositivo policial no bairro durante a noite, mas não foram feitas detenções.

SIC

SIC

Google Maps

De acordo com o porta-voz da Direção Nacional da PSP, Hugo Abreu, os cinco feridos foram transportados para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Os três agentes baleados estão fora de perigo e as duas mulheres civis feridas no tiroteio, encontram-se estabilizadas, prosseguiu.

VÍDEO: Operação policial na Ameixoeira sem detenções

O subcomissário acrescentou que foi montado um perímetro de segurança no local para a Polícia Judiciária proceder à recolha de vestígios, uma vez que a investigação está agora a seu cargo.

Ainda segundo Hugo Palma, as autoridades já recolheram uma caçadeira, embora não tenham informação de que seja uma arma envolvida nos confrontos.

Não existem, para já, detidos nem suspeitos dos disparos, afirmou o porta-voz da Direção Nacional da PSP.

VÍDEO: Polícia procura autores de tiroteio na Ameixoeira

Os agentes foram feridos quando tentavam pôr cobro aos confrontos entre populares no bairro da Ameixoeira, Alta de Lisboa, nos quais foram ainda feridas duas mulheres.

Na origem do incidente estará um desentendimento entre grupos rivais. Outras fontes davam conta de que o tiroteio aconteceu depois da PSP desencadear uma operação para cumprir um mandado de detenção a um suspeito, que ofereceu resistência.

VÍDEO: Testemunha diz que polícia entrou no bairro da Ameixoeira "a disparar à toa"

O incidente ocorreu cerca das 19:40 no bairro da Ameixoeira (e não na Musgueira como foi noticiado anteriormente).

Com Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48