sicnot

Perfil

País

Funerais das vítimas do acidente em França decorrem hoje em Portugal

Os funerais dos 12 emigrantes portugueses que morreram na semana passada num acidente rodoviário perto de Lyon, em França, decorrem hoje nos sete municípios portugueses onde as vítimas tinham morada.

Cinfães (de onde eram quatro vítimas, incluindo uma criança), Sernancelhe (que conta com um casal entre as vítimas), Oliveira de Azeméis (onde duas vítimas tinham morada), Pombal, Castelo de Paiva, Arouca e Trancoso são os concelhos onde vão decorrer as cerimónias, confirmadas por autarcas.

Os 12 portugueses, com idades entre os 07 e os 63 anos, morreram na sequência do choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado, na quinta-feira passada, na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins (centro).

O grupo tinha partido da Suíça e tinha como destino Portugal.

A carrinha desviou-se para a faixa contrária e colidiu de frente com o camião.

O único sobrevivente dos 13 ocupantes da carrinha é o condutor, um jovem de 19 anos, também português, que foi hospitalizado em estado de choque e entretanto detido, na terça-feira.

Também o proprietário da carrinha, tio do condutor, foi detido, segundo o jornal local Lamontagne.

Na sexta-feira, o procurador público de Moulins afirmou que as autoridades iam averiguar se a carrinha envolvida no acidente tinha condições para transportar 13 pessoas.

O presidente da Câmara de Montbeugny, a localidade onde se deu o acidente, explicou à Lusa que os dois portugueses "vão ser ouvidos e as suas versões confrontadas".

Guy Charmetant salientou que "certo é que o jovem cometeu uma infração em solo francês" porque "em França para poder conduzir um veículo com mais de nove pessoas tem de ter obrigatoriamente 21 anos".

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC