sicnot

Perfil

País

Funerais das vítimas do acidente em França reúnem centenas de pessoas

Várias centenas de pessoas assistiram hoje à tarde ao funeral do casal e da menina de Cinfães que morreram na semana passada num acidente rodoviário em França, no qual mais nove emigrantes portugueses perderam a vida.

OCTÁVIO PASSOS/LUSA

OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Na pequena freguesia de Espadanedo, as bermas da estrada junto à igreja e ao cemitério encheram-se de carros.

Ainda antes da missa de corpo presente de Jorge Cardoso (39 anos), Angelina Silva (29) e Marta Cardoso (7), o concelho de Cinfães, no distrito de Viseu, despediu-se de Sérgio Costa (35), na freguesia de Travanca.

Decorreram esta tarde marcadas as cerimónias fúnebres das restantes vítimas mortais, noutros seis municípios.

Segundo uma nota divulgada no site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa "solicitou aos presidentes das câmaras dos concelhos de origem" das 12 vítimas "para o representarem nos enterros e para apresentarem condolências pessoais às famílias".

Com Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.