sicnot

Perfil

País

Adiada decisão sobre afastamento de juiza no caso de Bárbara e Carrilho

O Tribunal da Relação adiou a decisão sobre o afastamento da juiza responsável pelo caso de violência doméstica de Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho.

A decisão deveria ter sido tomada esta tarde, mas a falta de consenso entre os juizes desembargadores levou ao adiamento e à nomeação de um novo juiz relator.

Em causa está a imparcialidade da juiza Joana Ferrer, titular do processo durante a primeira sessão de julgamento.

A decisão do Tribunal será, assim, conhecida dentro de duas semanas e terá o juiz desambargador Rui Rangel como relator.

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01