sicnot

Perfil

País

Atividade da extrema direita aumenta em Portugal

O Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2015 dá conta de um aumento da atividade da extrema-direita, em Portugal, de contestação às políticas migratórias e ao acolhimento de refugiados, destacando o crescimento do número de militantes desta tendência.

Arquivo

Arquivo

© Dimitris Michalakis / Reuters

"No contexto da extrema-direita portuguesa, é de realçar a intensificação do ativismo político e social de contestação às políticas migratórias, ao acolhimento de refugiados e ao que se designa de 'islamização da Europa'. Apesar de esta atividade não se traduzir em ações violentas, contribuiu para a difusão da sua ideologia e para a radicalização dos seus militantes", refere o RASI, no capítulo "ameaças globais à segurança".

O documento avança também que se continuou a registar "um elevado dinamismo ao nível das atividades do movimento 'skinhead' neonazi (concertos, encontros) situação que tem impacto direto no crescimento do número de militantes e de organizações desta matriz ideológica".

Em contrapartida, o movimento anarquista e autónomo em Portugal continuou em "fase de recuo", assim como os incidentes relacionados com o 'hacktvismo', que, em 2015, evidenciou o declínio da capacidade técnica dos atuais coletivos 'hacker' nacionais e da sua capacidade de mobilização.

O RASI 2015 foi hoje entregue pelo Governo na Assembleia da República e indica que a criminalidade geral aumentou 1,3 por cento, no ano passado, face a 2014, e que a criminalidade violenta e grave diminuiu 0,6 por cento.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.