sicnot

Perfil

País

Fim de semana com chuva em todo o país

O fim de semana será marcado pelo regresso da chuva em Portugal continental, que será de neve nas terras altas, apesar de na sexta-feira o sol espreitar um pouco por todo o país, disse hoje o IPMA.

Francisco Seco

Em declarações à agência Lusa, Ângela Lourenço, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, explicou que no dia de hoje e de sexta-feira a chuva dará tréguas, embora seja já esperada para sábado, domingo e também para segunda-feira.

"Amanhã, tal como hoje, há uma melhoria gradual das condições meteorológicas, com algumas nuvens e alguma precipitação", declarou, explicando que esta têndencia muda a partir de sábado.

Relativamente ao fim de semana, tanto sábado como domingo, serão marcados pelo regresso da chuva, que irá evoluir nas primeiras horas do dia de sábado do litoral para o interior, e de norte para sul, no domingo mantém-se a ocorrência de precipitação mais intensa no norte e no centro, bem como na segunda-feira, adiantou.

Quanto ao vento, Ângela Lourenço avançou que hoje e sexta-feira já não se fará sentir como na quarta-feira, no entanto, sábado e domingo voltará a soprar moderado a forte, de sudoeste, em especial no litoral e nas terras altas.

Em relação às temperaturas, a meteorologista explicou que estarão "relativamente baixas", tendo em conta que se está na primavera, com algumas oscilações, mas não muito significativas.

"No interior e nas zonas montanhosas as temperaturas mínimas variam entre os zero e cinco graus, nas restantes regiões entre cinco e sete graus, subindo até aos 12. Já as máximas, serão inferiores aos 20 graus, até segunda-feira, nas regiões do interior norte e centro e nas terras altas não deverão ultrapassar os 12/15 graus", explicou.

A queda de neve irá regressar também no sábado, mantendo-se durante o fim de semana e até segunda-feira, nas cotas acima dos 1.200/1.400 metros, a confinar-se ao Gerês, Serra da Estrela e Marão/Montemuro.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou na terça-feira passada a população para as previsões de queda de neve e de vento forte a partir de quarta-feira nas regiões do norte e do centro.

O aviso à população da ANPC surgiu após o contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que previa, desde quarta-feira, queda de neve para as regiões do Minho, norte e centro, podendo atingir repentinamente cotas de 400 a 600 metros.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:31

    País

    o IPMA prevê para hoje, nas regiões do norte e centro do continente, períodos de céu muito nublado, tornando-se pouco nublado a partir do final da tarde e aguaceiros, em geral fracos, sendo na forma de neve acima de 600/800 metros, podendo em alguns locais chegar aos 400/600 metros.

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.