sicnot

Perfil

País

Guarda regista aumento de participações de crimes violentos

O distrito da Guarda foi aquele que registou em 2015 uma maior subida percentual (31,7%) de participações de crimes violentos e graves às autoridades face ao ano anterior, segundo o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), hoje divulgado.

Com um total de 79 ocorrências de criminalidade violenta e grave participados às autoridades em 2015, contra as 60 registadas em 2014, o distrito da Guarda é aquele que, em termos percentuais, apresenta um maior crescimento deste tipo de criminalidade, com uma subida de 31,7%.

Seguem-se os distritos de Santarém (22,5%) e de Viana do Castelo (18,9%), que respetivamente, registaram 452 ocorrências (+83 do que em 2014) e 189 ocorrências (+30 do que em 2014).

Em termos absolutos, os distritos de Lisboa, Porto e Setúbal são aqueles com maior número de crimes violentos e graves participados em 2015.

Segundo o relatório, "Lisboa é responsável por aproximadamente 45% das participações", e juntando os distritos de Porto (16,9%) e Setúbal (11,3%), os três "representam 73% das participações" deste tipo de criminalidade no último ano.

Lisboa e Setúbal mantiveram em 2015 a tendência dos últimos anos de redução de participações de crimes violentos e graves: Lisboa, com 8.483 participações às autoridades em 2015 (-93 do que em 2014), regista uma quebra de 1,1% neste tipo de ocorrências; e Setúbal, com 2.135 registos em 2015 (-170 do que em 2014) apresenta uma redução percentual de 7,4%.

Já o Porto, que entre 2006 e 2013 registou anualmente sucessivas quebras na participação de crimes graves e violentos, voltou em 2015 a registar um aumento face ao ano anterior, com 3.199 ocorrências (+205 do que em 2014), o que representa um crescimento de 6,8%.

Pelo lado dos distritos com uma mais acentuada redução percentual de criminalidade violenta e grave participadas, destacam-se em 2015 Braga (-14,4%), Faro (-12%), Portalegre (-10,1%) e Setúbal (-7,4%).

Entre as regiões autónomas, os Açores registaram uma quebra de participações deste tipo de criminalidade de 3%, e a Madeira um aumento de 4%.

O RASI 2015, hoje entregue no parlamento, indica que criminalidade geral aumentou 1,3 por cento no ano passado, face a 2014, mas a criminalidade violenta e grave diminuiu 0,6%.

Lusa

  • Criminalidade de grupos e jovens está a baixar

    País

    As autoridades registaram uma diminuição de 11,5 por cento nas participações por delinquência juvenil, no ano passado, e de 4,4% para a criminalidade praticada por grupos, revela o Relatório Anual de Segurança Interna 2015, hoje divulgado.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.