sicnot

Perfil

País

Parlamento vota hoje duas condenações a Angola

O Parlamento vota hoje duas condenações a Angola pela pena aplicada aos 17 ativistas, condenados à prisão efetiva entre os 2 e 8 anos de cadeia.

(arquivo)

(arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters


É a terceira vez em oito meses que o Parlamento aprecia votos de condenação às autoridades angolanas, no âmbito deste caso, que levou dois dos condenados à greve de fome, incluindo o luso-angolano Luaty Beirão.

O Bloco de Esquerda liderou este processo e hoje volta a levar à votação um novo texto, ainda mais crítico à forma como o Estado angolano lidou com o caso dos ativistas.

Já o PS só ontem fez avançar com este voto de condenação por considerar "uma sentença pesada" para jovens e académicos e para a democracia, que não pode existir sem liberdade de expressão e de reunião.

As iniciativas do PS e do Bloco são votadas ao final da tarde, na sessão plenária que começa às 15:00.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".