sicnot

Perfil

País

Relação confirma condenação de Duarte Lima

O Tribunal da Relação de Lisboa confirmou a hoje a condenação de Duarte Lima por burla qualificada e branqueamento de capitais no processo Homeland. Reduziu no entanto de 10 para seis anos a pena aplicada ao ex-deputado do PSD em 2014, pelo tribunal de primeira instância, em cúmulo jurídico.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Com a redução da pena, a Relação impossibilita que Duarta Lima recorra para o Supremo Tribunal de Justiça.

Duarte Lima tinha sido condenado a seis anos de prisão por burla qualificada e a sete por branqueamento de capitais, tendo o tribunal aplicado 10 anos de prisão efetiva, em cúmulo jurídico.

A Relação de Lisboa decidiu ainda reduzir a pena de Vítor Raposo, sócio de Duarte Lima, de seis para quatro anos por um crime de burla qualificada.

Quanto aos advogados João Almeida e Paiva e Pedro Almeida e Paiva, condenados como cúmplices por burla qualificada, o Tribunal da Relação também baixou as penas para dois anos e seis meses e dois anos.

Francisco Canas, também conhecido por "Zé das Medalhas", condenado a quatro anos de prisão na primeira instância viu também a pena ser reduzida para três anos.

Em causa está a aquisição de terrenos em Oeiras, há 9 anos, onde ia ser construída a sede do Instituto Português de Oncologia através do fundo Homeland financiado com dinheiro do BPN.

Última atualização às 15:50

  • Marcelo regressa à televisão ao domingo
    0:36

    Programas

    Um ano depois de ser eleito, entre o sucesso popular e o compromisso político, eis a primeira entrevista do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa regressa à televisão ao domingo, para uma entrevista exclusiva no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Descarrilamento de comboio na Índia faz quase 40 mortos
    1:15

    Mundo

    Quase 40 pessoas perderam a vida e mais de 50 ficaram feridas, algumas em estado muito grave, num descarrilamento, no estado de Andhra Pradesh, no sudeste da Índia. O acidente aconteceu às de sábado e a esta hora as equipas de socorro ainda procuram cadáveres por entre os escombros do que resta do comboio.