sicnot

Perfil

País

Seis detidos no bairro da Ameixoeria esta manhã

Seis detidos no bairro da Ameixoeria esta manhã

A PSP está a realizar uma operação policial no bairro da Ameixoeira e até agora foram detidas seis pessoas. A operação decorre no âmbito da lei das armas, como explicou à repórter Sara Sousa, o intendente Resende da Silva, responsável pela operação.

"Está em curso uma operação especial de prevenção criminal, que é feita sob a coordenação direta do Ministério Público e que visa situações de criminalidade violenta ou organizada, em especial que envolva utilização de armas. É uma operação obviamente resultante dos acontecimentos dos últimos dias", disse à agência Lusa o porta-voz da Direção Nacional da PSP, Hugo Palma.

Na terça-feira à noite, três agentes da PSP e duas mulheres civis foram baleados durante confrontos entre famílias rivais no bairro da Ameixoeira, na Alta de Lisboa.

Segundo a PSP, os três agentes policiais foram feridos quando tentavam pôr cobro a confrontos entre famílias.

"Os três agentes faziam parte da equipa que estava mais perto do local, tendo sido os primeiros a chegar ao bairro, deparando-se com a situação de confronto entre dois grupos com armas de fogo", explicou à Lusa o porta-voz da Direção Nacional da PSP.

Hugo Palma disse que ainda não existiam detidos, nem identificados, tendo a Polícia Judiciária recolhido vestígios no local onde decorreu a troca de tiros, na Rua António Villar.

Na operação foi recolhida uma caçadeira, embora as autoridades não tenham informação de que seja uma arma envolvida nos confrontos.

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) anunciou na quinta-feira a abertura de um inquérito para apurar "todos os factos" relacionados com o tiroteio ocorrido no bairro da Ameixoeira.

Numa resposta enviada à agência Lusa, a inspetora-geral da Administração Interna, Margarida Blasco, indicou que foi "instaurado um processo de inquérito para apuramento cabal de todos os factos ocorridos no bairro da Ameixoeira".

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46