sicnot

Perfil

País

Adiada a partida dos inspetores do SEF com destino à Grécia

Foi adiada a partida dos 34 inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que têm como destino a Grécia.

De acordo com o SEF, estas mulheres terão aceitado casar com cidadãos estrangeiros a troco de dinheiro.

De acordo com o SEF, estas mulheres terão aceitado casar com cidadãos estrangeiros a troco de dinheiro.

SIC

Ainda não é conhecida a hora de embarque do grupo que se encontra em Figo Maduro, em Lisboa, mas mantém-se a intenção de descolarem ainda esta manhã da capital. O transporte está a cargo da Força Aérea Portuguesa.

Os portugueses vão integrar as equipas rápidas de intervenção da agência europeia Frontex e do Gabinete Europeu de Apoio ao Asilo. A participação portuguesa do SEF vai apoiar na readmissão e retorno de cidadãos estrangeiros em solo grego.

A deslocação insere-se no âmbito do acordo para os refugiados entre a União Europeia e a Turquia que prevê o retorno ao país dos migrantes ilegais que chegam às ilhas gregas.

No início do próximo mês regressam a Portugal sendo susbstituídos por outro grupo de inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.