sicnot

Perfil

País

Portugal é o terceiro país com mais liberdade moral do mundo

Portugal é o terceiro entre 160 países com mais liberdade moral do mundo, num indicador liderado pela Holanda e elaborado pela Fundação para o Progresso da Liberdade.

"Em 160 países estudados, apenas um [a Holanda] teve mais de 90 pontos, sendo classificada como o país com maior liberdade moral", refere, em comunicado à imprensa, a fundação espanhola, criada em 2015.

O Indicador sobre a Liberdade Moral no Mundo pretende demonstrar a liberdade dos seres humanos com base nas restrições morais impostas pelo Estado.

Segundo o relatório, as políticas holandesas têm sido um "farol de liberdade moral e uma força motriz na evolução global em direção a uma menor intervenção do Estado sobre a moralidade".

"A Holanda foi o primeiro país a legalizar algumas drogas e serviços sexuais entre adultos com consentimento e também o primeiro país a legalizar o casamento homossexual", sublinha o documento.

No segundo lugar ficou o Uruguai (com 88,75 pontos), seguido de Portugal (com 83,80 pontos), que segundo o documento, "tiveram classificações surpreendentemente altas, revelando uma rápida evolução cultural dos valores tradicionais e conservadores para uma abordagem liberal das questões morais".

"A evolução de países como Portugal e o Uruguai é absolutamente marcante se tivermos em conta a sua recente história", sublinha o documento.

Para a fundação, Portugal, Uruguai e outros países latinos "parecem ter descartado o seu tradicional passado de influência religiosa nas políticas de governo e lideram muitos dos indicadores" sobre liberdade moral.

No indicador, a República Checa ocupa o quarto lugar, seguida da Bélgica, Espanha, Estados Unidos da América, Alemanha, Canadá e México.

Os países com pior liberdade moral são a Arábia Saudita, que ficou em último lugar, antecedida do Iémen, Iraque, Emirados Árabes Unidos, Qatar, Kuwait, Irão, Egito, Afeganistão, Paquistão e Brunei.

Para elaborar o documento foram tidos em conta indicadores religiosos (liberdade religiosa e controlo religioso do Estado), bioéticos (liberdade de tomada de decisões dos indivíduos naquelas questões), drogas (produção, comércio e consumo), sexuais (pornografia e serviços sexuais prestados com consentimento entre adultos) e igualdade do género e familiar (direitos das mulheres, homossexuais, casamento e direitos das famílias em união de facto).

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.