sicnot

Perfil

País

BE confirma reunião com ministro das Finanças sobre Programa de Estabilidade

O porta-voz do BE confirmou a realização de uma primeira de várias reuniões com o Governo para conhecer o Programa de Estabilidade, ainda hoje, sem esclarecer se o seu partido pretende que o documento seja votado no parlamento.

ESTELA SILVA

"O BE tem uma posição de princípio contra o Semestre Europeu. Não compreendemos por que deve a Comissão Europeia pronunciar-se sobre as grandes opções que faz um país para lá dos momentos de decisão consagrados na Constituição. Como digo, estamos a conversar com o Governo sobre esta matéria e, a seu tempo, tomaremos uma posição", disse Catarina Martins, após receber dirigentes da CGTP, na sede nacional do BE, em Lisboa.

Para a dirigente bloquista, "uma coisa é certa, o BE nunca votará ou será parte de nenhum tipo de projeto, programa ou legislação que enfraqueça os rendimentos de quem vive do seu trabalho, provoque mais precariedade ou desemprego ou destrua o Estado Social".

A comitiva do BE que se vai encontrar com o ministro das Finanças, Mário Centeno, e sua equipa é composta por Pedro Filipe Soares, Mariana Mortágua e Jorge Costa.

No sábado, o Bloco de Esquerda tinha anunciado que iria decidir esta semana se apresenta resoluções que sujeitem a votação os programas de Estabilidade e Nacional de Reformas, documentos que o Governo tem de entregar em Bruxelas até ao final do mês.

Este calendário de decisão foi avançado por Catarina Martins, em conferência de imprensa, no final de uma reunião da Mesa Nacional.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32