sicnot

Perfil

País

PJ detém inspetor chefe no ativo e coordenador reformado

Em atualização

A Polícia Judiciária deteve hoje um inspetor chefe no ativo e um coordenador reformado da própria PJ, por suspeitas de corrupção e branqueamento de capitais. Em comunicado, a PJ adianta que, no total, foram detidos 15 homens na operação denominada "Aquiles".

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Os elementos da PJ detidos são Ricardo Macedo (inspetor-chefe) e Dias Santos (coordenador reformado).

Em comunicado, a Judiciária revela que, no âmbito da Operação "Aquiles", foram detidos 15 homens, com idades entre os 39 e 61 anos, "por corrupção ativa e passiva para ato ilícito, branqueamento de capitais e tráfico de estupefacientes".

A operação mobilizou quase duas centenas e meia de elementos da PJ, assim como magistrados judiciais e do Ministério Público, tendo sido realizadas cerca de 120 buscas em todo o pais.

Entre os 15 detidos estão dois elementos da própria PJ - um antigo coordenador já reformdo e um inspetor-chefe que trabalhava na Unidade Nacional de Combate ao Trafico de Estupefacientes (UNCTE) - que serão presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

A Operação Aquiles está a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em colaboração com a UNCTE, em inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Última atualização às 13:01

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.