sicnot

Perfil

País

PJ deteve dois suspeitos do tiroteio da Ameixoeira

A Polícia Judiciária deteve dois suspeios de serem os autores do tiroteio na Ameixoeria, em Lisboa, há cerca de uma semana. CInco pessoas ficaram então feridas, três policias e duas mulheres que estavam no bairro.

M\303\201RIO CRUZ

Em comunicado, a PJ adiantou que os suspeitos, de 24 e 42 anos, foram detidos "por fortes indícios" da prática de crimes de homicídio na forma tentada.

"Os factos foram cometidos, cerca das 20:00, quando os presumíveis autores, na sequência de conflitos antigos mantidos entre as famílias de ambos, efetuaram vários disparos na via pública, os quais vieram a atingir e ferir três elementos da Polícia de Segurança Pública que tinham acorrido ao local, bem como duas outras pessoas", explicou a PJ.

Dois dos polícias feridos tiveram alta hospitalar durante a semana passada, enquanto o terceiro agente policial regressou a casa na segunda-feira. As duas mulheres continuam internadas.

Entretanto, na passada sexta-feira, a PSP executou 13 mandados de busca domiciliária em casas da rua onde aconteceu o tiroteio. Na altura foram detidas seis pessoas, mas sem relação com este caso. As detenções deveram-se a posse ilegal de armas, munições e droga e a mandados de detenção e de cumprimento de penas pendentes.

Dois dos indivíduos foram mesmo surpreendidos pela polícia a furtar uma casa, durante as buscas domiciliárias.

Última atualização às 11:39/Com Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.