sicnot

Perfil

País

Fluviário de Mora anuncia renovação do habitat das lontras

O Fluviário de Mora, no Alentejo, anunciou hoje já ter a funcionar o seu renovado habitat das lontras, num investimento superior a 50 mil euros, apresentando agora o espaço "novas funcionalidades e decorações nos aquários".

© Enrique Castro-Mendivil / Reu

"O Fluviário foi redecorado, nos últimos meses, e fez um lifting na sua oferta, sobretudo no Lontrário, que se apresenta, agora, renovado e melhorado a bem das nove lontras que o habitam", revelou a entidade, em comunicado.

O Fluviário de Mora, no distrito de Évora, simula o percurso de um rio, desde a nascente até à foz, e alberga "mais de 500 exemplares de 55 espécies".

As obras, realizadas desde o final do ano passado, envolveram um investimento superior a 50 mil euros, segundo adiantou à agência Lusa fonte do Fluviário, e permitiram "melhorar ainda mais as condições" dos animais.

"Na conceção do projeto, foram considerados e respeitados os requisitos exigidos pelas espécies a albergar, que devem ser considerados na característica do habitat", referiu.

Assim, explicou, cada habitat tem "25 metros quadrados de fibra de vidro, que simula uma escarpa de um rio", e contempla ainda "um pequeno riacho, um espaço verde, uma zona de cascalho e troncos de grande porte", para que tudo se assemelhe "a uma margem de um rio".

"Foi também reduzido o plano de água para 50 mil litros, com a construção de um muro para que a mesma se mantenha com total qualidade", acrescentou o Fluviário.

Além disso, afirmou, o espaço "conta com o ensombramento de uma grande e estilizada árvore fotovoltaica, que garante a ausência de sol aos habitats ao longo do dia".

Vários dos aquários existentes no Fluviário foram igualmente melhorados, apresentando nova pintura e novas decorações, com o objetivo de "satisfazer os visitantes, no intuito de que voltem sempre".

"Ao fim de nove anos, por onde passaram mais de 730 mil visitantes, o Fluviário de Mora continua a inovar e a renovar-se como a maior e mais reconhecida instituição em Portugal e na Europa de divulgação do maravilhoso mundo dos rios e dos lagos", argumentou a instituição, propriedade da Câmara de Mora.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.