sicnot

Perfil

País

Trabalhadores do Metro de Lisboa lembram Governo de promessas por cumprir

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa decidiram hoje que vão entregar ao representante do Governo na inauguração da futura estação da Reboleira, na Amadora, um documento com as suas preocupações e promessas do executivo que não foram cumpridas.

Jose Manuel Ribeiro / Reuters

De acordo com Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans), o Conselho de Administração da Transportes de Lisboa apresentou na terça-feira uma proposta de Acordo de Empresa para o Metropolitano aos representantes dos trabalhadores, que hoje se reuniram em plenário.

"Ainda sem análise desta proposta, há desde logo uma coisa que nos distancia, que é o facto de não terem retirado a denúncia da convenção coletiva de trabalho, um compromisso que foi assumido inclusive pelo secretário de Estado do Ambiente no fim do ano passado. Nós entendemos que, para que possa haver uma negociação credível e séria, deve ser levado à prática", assinalou a sindicalista.

No plenário, os trabalhadores decidiram "fazer uma ação simbólica na inauguração da estação de Metro da Reboleira na Amadora, entregando ao representante do Governo um documento em que irão refletidas estas preocupações" e em que assinalarão "as promessas que foram feitas e que não estão a ser cumpridas".

Além da retirada da denúncia da contratação coletiva, os trabalhadores estão preocupados com a falta de contratação de novos trabalhadores para o Metropolitano.

A inauguração da nova estação do Metropolitano na Reboleira, com ligação à linha ferroviária de Sintra, deverá ocorrer "no início do segundo trimestre deste ano", de acordo com a Transportes de Lisboa.

A Lusa contactou a Transportes de Lisboa para obter um comentário acerca das propostas contidas no novo Acordo de Empresa, mas até ao momento não obteve resposta.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC