sicnot

Perfil

País

Pacotes de açúcar vão ter menos quantidade a partir de 2017

A partir de janeiro do próximo ano, todos os pacotes de açúcar distribuídos na cafeteria e restauração terão menor quantidade, fruto de um acordo hoje assinado entre a indústria e as autoridades de saúde.

© Phil Noble / Reuters

O acordo estabelece uma redução por cada pacote, que passará a conter entre cinco e seis gramas de açúcar, em vez dos atuais seis a oito gramas, segundo explicou à agência Lusa o presidente da Associação de Refinadores de Açúcar de Portugal.

Contudo, o diretor-geral da Saúde, Francisco George, admite que o ideal será conseguir que a quantidade de açúcar máxima em cada pacote seja de quatro gramas.

Francisco George frisou que o principal objetivo deste acordo é "dar um sinal a todos os portugueses" de que devem diminuir a ingestão de açúcar na sua alimentação, lembrando os seus efeitos na produção de insulina e o contributo para o desenvolvimento de diabetes, doença que é o tema central do Dia Mundial da Saúde, que hoje se assinala.

Para o representante dos industriais do açúcar, Francisco Avillez, esta mudança não será sentida de forma significativa pelos consumidores, mas admite que terá impactos na indústria.

"As empresas vão reduzir a sua rentabilidade, mas estão conscientes de que é o melhor para os portugueses", afirmou, não adiantando contudo o montante das perdas com a redução da quantidade de açúcar nas embalagens.

Os protocolos hoje assinados para "o consumo responsável e equilibrado de açúcar" integram também a Associação Industrial e Comercial do Café e a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

Lusa

  • Pacotes de açucar podem passar a ter metade da quantidade
    1:51

    País

    Os pacotes de açúcar servidos nos cafés e restaurante podem passar a ter metade da quantidade, 4 gramas em vez dos habituais 8 gramas. A proposta da Direção Geral da Saúde foi já entregue ao ministro e pretende diminuir o consumo e consequentemente a taxa de doenças crónicas como a diabetes ou a obesidade.

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.