sicnot

Perfil

País

Ponte militar começou a ser montada junto à A14 na Figueira da Foz

A ponte militar que vai ligar a autoestrada A14 à EN 111 na zona de Maiorca, Figueira da Foz, começou hoje a ser instalada e deverá estar concluída até final da próxima semana, disse fonte do Exército.

PAULO NOVAIS

Ao longo do dia decorreram trabalhos de construção de um aterro junto à EN 111 para nivelar aquela via com a autoestrada A14, a partir do qual a ponte será construída por 25 militares, apoiados por nove viaturas.

"É uma ponte metálica de última geração e grande capacidade de carga, muito pesada, daí também o seu tempo de construção ser maior", disse à agência Lusa o capitão Pedro Coelho, da Companhia de Pontes do Regimento de Engenharia n.º 1 do Exército português.

A estrutura tem cerca de 55 metros de comprimento, 4,2 metros de faixa de rodagem com circulação alternada e uma capacidade de carga de 40 toneladas e vai ligar a autoestrada A14 à EN 111 por cima da chamada Vala Real, na zona do nó de Santa Eulália, junto às chamadas pontes de Maiorca.

Pedro Coelho explicou ainda que a ponte - uma das várias que o Exército possui, quer para missões táticas, quer para apoio logístico - não possui um limite de viaturas diárias que a podem atravessar mas tem restrições ao nível da velocidade de circulação limitada a 20 km por hora, estando ainda por definir a distância que os veículos terão de observar entre si, particularmente os veículos pesados, durante a travessia.

O responsável do Exército disse ainda que o prazo previsível de montagem é de sete dias e a ponte deverá estar operacional no final da próxima semana.

Já Franco Caruso, diretor de comunicação da concessionária Brisa, destacou a "capacidade de colaboração" entre a empresa, a autarquia local, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e o Exército português, numa solução que responda "às necessidades de ligação entre a Figueira da Foz e Coimbra".

A A14 está interdita à circulação automóvel, na zona de Maiorca, concelho da Figueira da Foz, distrito de Coimbra, desde as 08:30 de domingo, na sequência de um aluimento do piso.

De acordo com a Brisa a reparação deverá demorar seis a sete semanas, mas o secretário de Estado das Infraestruturas, que na terça-feira visitou o local, alargou esse prazo para sete a nove semanas, mais de dois meses.

A EN111, que deveria funcionar como "alternativa natural" à autoestrada A14 está também interrompida ao trânsito, nos dois sentidos, devido a obras na zona das Pontes de Maiorca onde a ponte militar irá ser instalada, estando o tráfego entre a Figueira da Foz e Coimbra a processar-se por vias secundárias.

Lusa

  • Ponte militar fará ligação entre EN111 e a A14
    2:30

    País

    A partir de amanhã, começa a ser colocada uma ponte militar, para ligar a A14 à nacional 111, em Maiorca, na Figueira da Foz. A solução vai permitir uma alternativa menos longa e mais direta enquanto estiver a ser reparada a parte da autoestrada que abateu no fim-de-semana.

  • Autoridades procuram facultar percurso alternativo durante obras na A14
    2:25

    País

    Com a obra a decorrer na A14 para reparar o aluimento de terras que obrigou ao corte da via no fim de semana, a preocupação das autoridades é fornecer uma alternativa que não obrigue os automobilistas a andar mais 10 quilómetros. Por isso vai ser colocada uma ponte de metal temporária a ligar a Autoestrada à Nacional 111, reatando o antigo trajeto que ligava Coimbra à Figueira da Foz.

  • Aluimento de terras corta trânsito na A14

    País

    Um aluimento de terras na A14 cortou trânsito na zona de Montemor-o-Velho, no sentido Coimbra/Figueira da Foz. No sentido contrário o trânsito só circula por uma via. O piso abateu no local em que a auto-estrada passa sobre uma ribeira.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.