sicnot

Perfil

País

Interrogatório de arguidos da Operação Aquiles está atrasado

Interrogatório de arguidos da Operação Aquiles está atrasado

Estão atrasados os trabalhos no segundo dia de interrogatórios aos detidos no âmbito da Operação Aquiles, entre eles dois elementos da judiciária e um militar da GNR. A jornalista da SIC Sara Antunes de Oliveira dá conta das últimas informações sobre o caso.

  • PJ detém inspetor chefe no ativo e coordenador reformado

    País

    A Polícia Judiciária deteve hoje um inspetor chefe no ativo e um coordenador reformado da própria PJ, por suspeitas de corrupção e branqueamento de capitais. Em comunicado, a PJ adianta que, no total, foram detidos 15 homens na operação denominada "Aquiles".

  • Dois elementos da PJ detidos por suspeitas de envolvimento em redes de tráfico de droga
    1:03

    País

    Um inspetor chefe da Polícia Judiciária e um coordenador já reformado estão entre os 15 detidos da Operação Aquiles. São suspeitos de corrupção, branqueamento de capitais e tráfico de droga. Os 15 detidos têm idades entre os 39 e os 60 anos. Os dois elementos da Polícia Judiciária terão estado envolvidos com várias redes de tráfico de droga e recebido avultadas quantias de dinheiro para permitir a entrega de droga em Portugal.

  • Inspetores da PJ suspeitos de corrupção ainda não foram ouvidos por juiz
    1:46

    País

    Só hoje serão ouvidos pelo juiz Carlos Alexandre o inspetor chefe e o antigo coordenador da Polícia Judiciária suspeitos de estarem a soldo de traficantes de droga. A identificação dos arguidos da Operação Aquiles está atrasada, porque o Ministério Público ainda está a reunir e a analisar toda a documentação apreendida nas buscas.

  • Inspetores da PJ suspeitos de corrupção começaram a ser ouvidos no TCIC
    2:15

    País

    Começaram a ser ouvidos os dois elementos da Polícia Judiciária e os outros 12 detidos da operação Aquiles. Suspeitos de corrupção, tráfico de droga, associação criminosa e branqueamento de capitais, os arguidos têm pela frente uma longa maratona de interrogatórios. As diligências começaram bem cedo no Tribunal Central de Instrução Criminal.

  • Dois advogados constituídos arguidos na Operação Aquiles
    2:09

    País

    A inquirição dos arguidos da Operação Aquiles, em que dois elementos da Judiciária são suspeitos de corrupção e tráfico de droga, está para durar. Além dos polícias, também dois advogados foram hoje constituídos arguidos mas puderam sair em liberdade, com termo de identidade e residência. No Tribunal Central de Instrução Criminal ainda só foram ouvidos dois dos 14 detidos.

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.