sicnot

Perfil

País

Pais e antigos alunos do Colégio Militar rejeitam discriminação de alunos homossexuais

Os antigos alunos e os pais e encarregados de educação do Colégio Militar rejeitam discriminação sobre os alunos homossexuais na instituição.

Os antigos alunos e os pais e encarregados de educação do Colégio Militar rejeitam discriminação sobre os alunos homossexuais na instituição.

Os antigos alunos e os pais e encarregados de educação do Colégio Militar rejeitam discriminação sobre os alunos homossexuais na instituição.

Em comunicado, a Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação e a Direção da Associação dos Antigos Alunos do Colégio Militar lamentam profundamente a demissão do Chefe do Estado-Maior do Exército.

Agradecem os serviços prestados pelo General Carlos Jerónimo e realçam o trabalho da direção do colégio no sentido de contrariar eventuais preconceitos e promover soluções de integração, citando os projetos de pedagogia inclusiva desenvolvidos.

As associações frisam ainda que o Colégio Militar é e continuará a ser uma escola de valores que promove a união, o respeito pela diversidade e identidade de cada um.

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.