sicnot

Perfil

País

BE quer proibir financiamento público de touradas e circos nos Açores

O Bloco de Esquerda/Açores anunciou esta segunda-feira que apresentou uma proposta na Assembleia Legislativa para proibir o financiamento público de espetáculos que inflijam sofrimento a animais, como touradas de praça e circos.

(arquivo)

(arquivo)

REUTERS

"O que nós pretendemos neste momento é vedar o financiamento público ou outros apoios públicos indiretos a espetáculos que impliquem o sofrimento ou a morte de animais", frisou o colíder do BE/Açores Paulo Mendes, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, ilha Terceira.

O projeto de decreto legislativo regional do BE já deu entrada na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e será discutida na Comissão de Assuntos Sociais antes de ser debatido em plenário.

Segundo Paulo Mendes, o objetivo da proposta não é proibir a realização de espetáculos com animais, como as touradas, mas canalizar as verbas públicas para outras áreas.

"Numa altura em que escasseiam meios públicos para reanimar a economia e criar emprego, sem que esse emprego seja precário ou mal pago, e quando falta mesmo apoio público para, por exemplo, promover atividades culturais que não façam sofrer animais, não podemos consentir que simultaneamente se esbanje financiamento público num espetáculo tão dispendioso como é a tourada de praça", frisou.

Se for aprovado, o decreto legislativo regional vai limitar apenas os apoios concedidos pelo Governo Regional, uma vez que a Assembleia Legislativa não tem competência para vedar o financiamento público das autarquias.

O documento propõe a proibição da atribuição de subsídios e a isenção de taxas e licenças para espetáculos com fins comerciais, beneméritos ou desportivos que impliquem sofrimento físico ou psíquico de animais.

Nesse sentido, são abrangidos por esta legislação espetáculos como os circos e as touradas de praça, mas não as touradas à corda, que não cobram bilhetes.

"As touradas de praça requerem muitos meios. É um espetáculo muito caro e só é sustentável, neste momento, graças ao financiamento público", salientou Paulo Mendes.

O dirigente bloquista disse acreditar na aprovação da proposta, tendo em conta que a iniciativa é consonante com a declaração universal dos direitos dos animais, que defende que nenhum animal seja "submetido a maus-tratos e atos cruéis".

"Eu penso que faz todo o sentido que haja um consenso generalizado, porque afinal de contas ninguém quer contrariar uma declaração universal dos direitos dos animais, aprovada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) em janeiro de 1978", frisou.

Segundo Paulo Mendes, esta proposta faz parte de um pacote de iniciativas que procura cumprir o compromisso eleitoral do BE de 2012 e uma moção setorial sobre o bem-estar animal aprovada na última convenção regional do partido.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato. 

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.