sicnot

Perfil

País

MP pede pena não inferior a 20 anos para pai acusado de matar bebé à facada em Oeiras

O Ministério Público (MP) pediu hoje, no Tribunal de Cascais, uma pena de prisão não inferior a 20 anos para o homem acusado de esfaquear mortalmente o filho de seis meses em abril de 2015, em Oeiras.

(SIC/ Arquivo)

"Produzida a prova, o Ministério Público julga que as juízas podem e devem dar como assente que o arguido sabia que era seu filho, um bebé e sem capacidade de se defender, sabia que a faca era um objeto apto para tirar-lhe a vida e quis usar a faca, cravá-la no seu filho e causar-lhe a morte", afirmou o procurador.

Além disso, acrescentou, não restam dúvidas de que foi o arguido que rodou os manípulos dos bicos do fogão para provocar uma fuga de gás e tentar provocar uma explosão.

Apesar de ter notado que devido à ausência de depoimento da mãe do bebé, assistente no processo, ficaram por apurar as verdadeiras motivações da conduta do arguido, o procurador do MP disse ter havido prova de julgamento suficiente.

"Foi o arguido quem cravou a faca no corpo do bebé e ligou os bicos do fogão para provocar uma fuga de gás. Deverá ser condenado por todos os crimes de que está acusado com uma pena exemplar, tendo em conta a gravidade dos factos, não inferior a 20 anos", concluiu.

Também o advogado da assistente, mãe do bebé e ex-companheira do arguido, disse terem ficado provados todos os crimes que constam da acusação e pediu pena máxima de prisão.

Já a defesa do arguido frisou que "ninguém pode ser condenado por indícios" e que "se existir o mínimo de dúvida deve-se decidir a favor do réu".

"Estou estupefacto e assustado com as alegações que me antecederam. É preciso provar e nada ficou provado. É isto que impõe a lei. Os jurados têm de ter a dignidade e a coragem de aplicar a lei", afirmou o advogado Aníbal Pinto.

O advogado afirmou que não se sabe se foi o arguido quem espetou a faca, que se sabe que o bebé estava vivo quando foi socorrido e que, a ter sido o suspeito o autor do crime, não se sabe se ele estava consciente.

"Pede-se 20 anos a um homem que era o cuidador do bebé? O bebé era bem tratado, higienizado, alimentado", concluiu.

O homem, de 34 anos, está a ser julgado em Cascais por um tribunal do júri, requerido pela defesa, composto por quatro cidadãos previamente selecionados e quatro suplentes.

A acusação do Ministério Público sustenta que o arguido matou o filho, a 08 de abril de 2015, em retaliação contra a sua ex-companheira, a qual lhe teria dito que queria pôr fim à relação entre ambos, após descobrir que o suspeito mantinha o consumo de álcool.

O arguido está em prisão preventiva ao abrigo deste processo no Estabelecimento Prisional de Lisboa, acusado de homicídio qualificado.

O homem responde ainda neste processo por explosão e incêndio, profanação de cadáver e homicídio, todos estes crimes na forma tentada, além de um crime de tráfico de droga.

A leitura da sentença ficou agendada para o dia 10 de maio, às 13:45.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.