sicnot

Perfil

País

Preparação de partos em meio aquático atrai casais de todo o país à Póvoa de Varzim

O Serviço de Obstetrícia do Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim/Vila do Conde é o único do país a disponibilizar cursos gratuitos de preparação para o parto em meio aquático.

As aulas de preparação decorrem nas piscinas municipais da Póvoa de Varzim.

As aulas de preparação decorrem nas piscinas municipais da Póvoa de Varzim.

O projeto, que já se desenvolve há três anos, tem contribuído para o aumento de nascimentos naquele hospital, atraindo cada vez mais casais às aulas de preparação que decorrem nas piscinas municipais da Póvoa de Varzim,

O objetivo dos cursos é preparar as futuras mães para o processo de parto, com exercícios variados que simulam alguns dos procedimentos que vão acontecer na altura de dar à luz, conferindo às parturientes uma maior consciencialização.

"As grávidas realizam na piscina os exercícios que irão, depois, fazer na sala de parto, com a presença do convivente significativo [companheiro], o que é importante para estreitar os laços e criar mecanismos de preparação", disse Irene Cerejeira, enfermeira chefe do Serviço de Obstetrícia.

Segundo a responsável, a adesão a estes cursos ronda os 30 por cento dos casais que procuraram o serviço do Centro Hospitalar, considerando que "as experiências positivas perspetivam que cada vez mais grávidas adiram a esta iniciativa".

"As aulas, que decorrem à hora do almoço, são de 60 minutos e podem acolher com dez casais. São dadas por enfermeiras do nosso serviço com formação específica nesta área, e são completamente gratuitas".

Irene Cerejeira vincou que "esta preparação em meio aquático não significa que o parto se vá realizar na água", lembrando que "dá mais ferramentas para que as mães possam passar por todo o processo, na sala de partos, com maior preparação, conhecimentos e tranquilidade, ajudando a que o bebé nasça de forma mais saudável ".

Isso mesmo comprovou Rosália Silva, que escolheu participar neste curso "por ser inovador e gratuito", garantindo que as aulas a ajudaram a que "passasse pelo processo com maior relaxamento".

"Tive o meu bebé de parto natural e esta preparação ajudou-me muito, pois além de ter partilhado experiências com outros casais promoveu a proximidade com as enfermeiras e mesmo com o meu marido, o que me deu maior tranquilidade", disse a parturiente.

Rosália considerou que o facto de o marido participar ajudou a que "ele sentisse o nascimento de outra maneira emocionalmente, mas, sobretudo com uma maior preparação ajudar".

Manuel Morim, médico e diretor do serviço, partilhou que esta iniciativa tem atraído ao Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim/Vila do Conde casais de outros concelhos para integrarem as aulas, lembrando que a unidade "é única do Serviço Nacional de Saúde que faz esta preparação de forma gratuita".

"Fomos dos poucos serviços da região onde subiram o número de nascimentos no ano passado e temos tido gente de todo o país a procurar-nos. Já tivemos casais Espinho, Vila Nova de Gaia, Paredes, Trofa, e até do Algarve", vincou o clínico.

A comprovar o sucesso do projeto, ainda recentemente o Centro Hospitalar recebeu a visita de uma parteira norte-americana, perita mundial em parto na água, que elogiou o projeto e deixou algumas indicações para melhorar a eficiência do mesmo.

Lusa

  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.