sicnot

Perfil

País

Terceiro suspeito do tiroteio na Ameixoeira ficou em prisão preventiva

Um terceiro suspeito do tiroteio ocorrido no bairro da Ameixoeira, em Lisboa, há quase duas semanas, detido na sexta-feira em Ponte de Lima, ficou em prisão preventiva, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

Arquivo

Arquivo

MÁRIO CRUZ

Numa nota publicada na página da internet, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa refere que o homem, de 26 anos, "ficou fortemente indiciado pela prática de três crimes de homicídio qualificado na forma tentada, do crime de participação em rixa e de um crime de detenção de arma proibida".

Na noite de 29 de março, três agentes da Polícia de Segurança Pública e duas mulheres civis foram baleados durante confrontos entre famílias rivais no bairro da Ameixoeira, na Alta de Lisboa.

Segundo a Polícia Judiciária, este suspeito, em conjunto com outros dois homens já detidos, "efetuou vários disparos na via pública, os quais vieram a atingir e ferir três elementos da Polícia de Segurança Pública que tinham acorrido ao local, assim como duas outras pessoas".

O homem tinha-se posto em fuga após o tiroteio, "vindo agora, após a realização de múltiplas diligências da Polícia Judiciária com a colaboração da Polícia de Segurança Pública de Viana do Castelo, a ser localizado e detido no concelho de Ponte de Lima".

Dois outros suspeitos do tiroteio, tio e sobrinho, tinham já sido detidos há uma semana, "por fortes indícios" da prática de crimes de homicídio na forma tentada.

Depois de presentes a primeiro interrogatório judicial, um dos homens, de 42 anos, ficou em prisão preventiva, enquanto o outro, de 24 anos, saiu em liberdade, com obrigatoriedade de apresentações semanais na esquadra de residência.

A Inspeção-Geral da Administração Interna anunciou, entretanto, a abertura de um inquérito para apurar "todos os factos" relacionados com o tiroteio ocorrido no bairro.

Com Lusa

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 43

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 43 mortos, disse esta quinta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar. Trata-se de um homem que foi encontrado esta quinta-feira.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos da Liga Europa
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC