sicnot

Perfil

País

Chuva e vento fortes nos próximos dias

A Proteção Civil emitiu hoje um aviso à população devido à previsão de um agravamento das condições meteorológicas para os próximos dias, com chuva e vento fortes, podendo ocorrer cheias em meios urbanos historicamente vulneráveis.

(Arquivo)

(Arquivo)

REUTERS

Até ao final de sexta-feira, prevê-se que as regiões mais afetadas sejam as situadas a norte do alinhamento Montejunto-Estrela.

As previsões meteorológicas apontam para chuva persistente, pontualmente forte e vento a soprar de sudoeste, forte no litoral oeste, com rajadas a atingirem os 80 a 95 quilómetros por hora.

A mesma informação, transmitida em comunicado, indica a possibilidade de subida do nível das águas nas bacias do Minho, Cávado, Douro, Mondego e Tejo.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alerta para o facto de poderem ocorrer os seguintes efeitos: piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água, inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem, danos em estruturas montadas ou suspensas, possibilidade de queda de ramos ou árvores e fenómenos associados a instabilização e saturação dos solos.

A ANPC adverte para a necessidade de garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, retirada de inertes e objetos que possam ser arrastados e de adotar uma condução defensiva.

Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas é outra das recomendações.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:38

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, nas regiões do norte e centro, céu geralmente muito nublado, aguaceiros, por vezes fortes no litoral a norte do Cabo Mondego, passando a períodos de chuva nas regiões do litoral no final do dia, queda de neve acima de 1200/1400 metros, subindo gradualmente a cota para os pontos mais altos da Serra da Estrela e possibilidade de ocorrência de trovoada.

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira