sicnot

Perfil

País

Metro de Lisboa cria hoje na Reboleira mais uma ligação à Linha de Sintra

A nova estação da Linha Azul do Metropolitano de Lisboa na Reboleira, Amadora, que vai permitir mais uma ligação à linha ferroviária de Sintra, entra hoje ao serviço a partir das 13:00, após ser inaugurada pelo primeiro-ministro, António Costa.

Google Maps

O prolongamento do troço do metro a partir da atual estação de Amadora Este, na Falagueira, vai permitir "viajar entre Reboleira e Marquês de Pombal em 19 minutos e entre Reboleira e Baixa-Chiado em 24 minutos", anunciou a Transportes de Lisboa (TL), que integra a rodoviária Carris, o Metropolitano e a Transtejo (transporte fluvial no Tejo).

Segundo a transportadora, o prolongamento até à Reboleira "acrescenta uma extensão de 937 metros e uma nova estação à rede do metro" - incluindo os 579,2 metros do novo troço - da Linha Azul, criando um novo interface de transportes com os comboios da Linha de Sintra.

A empresa estima que, a partir de 2020, a nova estação seja utilizada por "cerca de sete milhões de passageiros/ano", na sequência de um investimento global de cerca de 60 milhões de euros, comparticipados por financiamento comunitário de 42,5 milhões do Fundo de Coesão, para despesas realizadas entre 2007 e 2015.

A primeira fase contemplou a construção do túnel, da estação e da zona terminal da Reboleira, mas os trabalhos foram suspensos devido a problemas de financiamento.

A abertura da estação chegou a ser anunciada para o final de 2015, mas foi adiada por duas vezes e ocorre muito depois de o estudo de impacte ambiental da obra, de 2007, ter previsto o início de exploração para agosto de 2010.

"Com a nova estação Reboleira é criado um novo interface multimodal que reforça o sistema de transportes da Área Metropolitana de Lisboa, reunindo metro, autocarros, comboio, táxis, ciclovia, e oferecendo ainda parqueamento de bicicletas e estacionamento automóvel", esclareceu a TL.

A Câmara da Amadora avançou com uma intervenção na Avenida D. Carlos I, entre o Bingo do Estrela e a estação da Damaia, para aumentar o estacionamento, reforçar a iluminação pública e zonas de lazer, num investimento de cerca de 600 mil euros.

Os trabalhadores do Metropolitano anunciaram, entretanto, que iriam entregar ao Governo, na inauguração da estação, um documento com as suas preocupações e promessas do executivo que não foram cumpridas, relacionadas com a contratação coletiva e novas contratações de trabalhadores.

A Linha Azul, com a ligação à linha ferroviária de Sintra, passa a ter uma extensão de 13,7 quilómetros, com 18 estações entre a Reboleira e Santa Apolónia (Lisboa).

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.