sicnot

Perfil

País

Rastreios gratuitos à voz a partir de hoje no Hospital Egas Moniz

O Hospital Egas Moniz, em Lisboa, realiza a partir de hoje e durante três dias rastreios gratuitos às cordas vocais, como forma de assinalar o Dia Mundial da Voz, que se comemora no sábado.

(Arquivo)

Segundo os organizadores da iniciativa, os rastreios serão acompanhados por animação cultural, com pequenas atuações de atores que fazem a prevenção da sua saúde vocal na Unidade de Voz do Hospital Egas Moniz.

"É crucial para a saúde vocal dos portugueses que as pessoas, regularmente, façam um exame às suas cordas vocais. É isso que permite fazer o diagnóstico precoce de várias doenças, entre as quais o cancro da laringe", explica, em comunicado, a médica cirurgiã Clara Capucho, coordenadora da Unidade do Egas Moniz e que acompanha há anos os artistas cooperadores da Fundação Gestão dos Direitos dos Artistas.

As comemorações do Dia Mundial da Voz vão ainda contar com um espetáculo no Teatro Ibérico, em Lisboa, na sexta-feira à noite, e que pretende celebrar "A voz no espaço da representação". O espetáculo, conduzido pelo tenor Luís Madureira, contará com a participação de artistas como os cantores Miguel Gameiro, Miguel Ângelo, Nuno Guerreiro, Paulo de Carvalho e Agir, Emanuel, Olavo Bilac, Anjos, Gonçalo Tavares, o tenor Jorge Baptista da Silva e a soprano Ana Madalena Moreira, ou atriz Eunice Munhoz.

Antes do espetáculo vai ser assinado um protocolo entre os serviços sociais da Câmara de Lisboa e a Fundação Gestão dos Direitos dos Artistas para permitir aos artistas acederem a consultas de voz, com laringoscopia incluída, a preços comparticipados pela Fundação.

A receita do evento reverterá a favor da Liga dos Amigos do Hospital Egas Moniz, que a promete aplicar na vinda a Portugal de Jean-Paul Marie, cirurgião francês e um dos poucos no mundo que faz a re-enervação de cordas vocais.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42