sicnot

Perfil

País

Suspeito de matar a mãe no Porto fica em ala psiquiátrica prisional

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou esta quinta-feira o internamento preventivo em ala prisional psiquiátrica ao suspeito de matar a mãe de 77 anos na quarta-feira, no Bairro da Pasteleira, disse fonte judicial.

Abdeslam está detido na prisão de alta segurança de Bruges

Abdeslam está detido na prisão de alta segurança de Bruges

© Eric Vidal / Reuters

O homem, de 58 anos, "vai ser conduzido ao Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo na situação de internamento preventivo, na ala psiquiátrica, enquanto subsistir a situação de anomalia psíquica", disse à Lusa fonte do próprio TIC.

A idosa foi encontrada morta em casa, na quarta-feira, alegadamente vítima de homicídio, sendo o filho o suspeito, informou na altura à agência Lusa a PSP.

A polícia foi chamada ao local cerca das 18:00 e no interior da casa encontrou o corpo da mulher, com sinais visíveis de violência, "indiciadores da prática de homicídio", segundo a PSP.

O corpo da idosa foi transportado para o Instituto de Medicina Legal e o caso entregue à PJ para investigação.

O filho, que aparentava ter perturbações mentais, foi conduzido às instalações da Polícia Judiciária (PJ).

A idosa foi atingida na zona do tórax e do abdómen com uma arma branca, detalha, entretanto, um comunicado emitido pela PJ no qual anuncia a detenção do suspeito.

Numa curta nota de imprensa, a Diretoria do Norte da PJ indicia o homem pela prática de crime homicídio da progenitora, com quem cohabitava.

Lusa

  • PJ deteve suspeito de matar a mãe à facada
    1:52

    País

    A Polícia Judiciária deteve um suspeito de matar a mãe à facada, no bairro da Pasteleira, no Porto. O homem sofre de problemas mentais e teria sido encerrado em casa, pela própria mãe. A mulher, de 78 anos, foi esfaqueada no peito e abdómen. A SIC falou uma vizinha dos suspeito, que será ex-militar, e da mãe.

  • Idosa de 78 anos encontrada morta em casa no Porto
    1:45

    País

    Um idosa, de 78 anos, foi ontem encontrada morta em casa, no Bairro da Pasteleira no Porto, num caso de aparentemente homicídio. A polícia foi chamada ao local, ao final da tarde, pelo suspeito de 57 anos. No interior da casa, a PSP encontrou o corpo da mulher com sinais visíveis de violência, "indicadores da prática de homicídio". A Políca Judiciária está a investigar o caso.O filho, principal suspeito e aparentemente com perturbações mentais, foi levado para as instalações da Polícia Judiciária.Com Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.