sicnot

Perfil

País

Suspeito de matar a mãe no Porto fica em ala psiquiátrica prisional

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou esta quinta-feira o internamento preventivo em ala prisional psiquiátrica ao suspeito de matar a mãe de 77 anos na quarta-feira, no Bairro da Pasteleira, disse fonte judicial.

Abdeslam está detido na prisão de alta segurança de Bruges

Abdeslam está detido na prisão de alta segurança de Bruges

© Eric Vidal / Reuters

O homem, de 58 anos, "vai ser conduzido ao Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo na situação de internamento preventivo, na ala psiquiátrica, enquanto subsistir a situação de anomalia psíquica", disse à Lusa fonte do próprio TIC.

A idosa foi encontrada morta em casa, na quarta-feira, alegadamente vítima de homicídio, sendo o filho o suspeito, informou na altura à agência Lusa a PSP.

A polícia foi chamada ao local cerca das 18:00 e no interior da casa encontrou o corpo da mulher, com sinais visíveis de violência, "indiciadores da prática de homicídio", segundo a PSP.

O corpo da idosa foi transportado para o Instituto de Medicina Legal e o caso entregue à PJ para investigação.

O filho, que aparentava ter perturbações mentais, foi conduzido às instalações da Polícia Judiciária (PJ).

A idosa foi atingida na zona do tórax e do abdómen com uma arma branca, detalha, entretanto, um comunicado emitido pela PJ no qual anuncia a detenção do suspeito.

Numa curta nota de imprensa, a Diretoria do Norte da PJ indicia o homem pela prática de crime homicídio da progenitora, com quem cohabitava.

Lusa

  • PJ deteve suspeito de matar a mãe à facada
    1:52

    País

    A Polícia Judiciária deteve um suspeito de matar a mãe à facada, no bairro da Pasteleira, no Porto. O homem sofre de problemas mentais e teria sido encerrado em casa, pela própria mãe. A mulher, de 78 anos, foi esfaqueada no peito e abdómen. A SIC falou uma vizinha dos suspeito, que será ex-militar, e da mãe.

  • Idosa de 78 anos encontrada morta em casa no Porto
    1:45

    País

    Um idosa, de 78 anos, foi ontem encontrada morta em casa, no Bairro da Pasteleira no Porto, num caso de aparentemente homicídio. A polícia foi chamada ao local, ao final da tarde, pelo suspeito de 57 anos. No interior da casa, a PSP encontrou o corpo da mulher com sinais visíveis de violência, "indicadores da prática de homicídio". A Políca Judiciária está a investigar o caso.O filho, principal suspeito e aparentemente com perturbações mentais, foi levado para as instalações da Polícia Judiciária.Com Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.