sicnot

Perfil

País

O contrato de Lacerda Machado

documento

O Governo assinou um contrato de prestação de serviços de consultadoria com Diogo Lacerda Machado, amigo pessoal do primeiro-ministro. O gabinete de António Costa esclareceu que o consultor vai receber uma avença mensal de dois mil euros. Veja aqui o contrato:

CLIQUE AQUI PARA ABRIR O DOCUMENTO

  • BE e PCP querem mais explicações sobre contratação de amigo de António Costa
    3:22

    País

    O primeiro-ministro mantém-se em silêncio sobre o caso do amigo contratado como consultor do Governo. Diogo Lacerda Machado representou o Estado em negócios de grande relevo a pedido de António Costa, e a título particular. Só mais tarde, e depois da polémica, é que o Governo decidiu oficializar a ligação e assinar um contrato de prestação de serviços. Numa nota, o Executivo diz que se trata de um caso sem sentido e o primeiro ministro recusa qualquer esclarecimento. Bloco de Esquerda (BE) e PCP pedem mais esclarecimentos sobre a contratação do amigo de António Costa como consultor do Governo.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.