sicnot

Perfil

País

PS perde votos, Marcelo entra em alta

Sondagem

PS perde votos, Marcelo entra em alta

Se as eleições legislativas fossem hoje o Partido Socialista venceria, sem maioria e com menos votos que há um mês. Na primeira sondagem depois da tomada de posse do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa aparece com a popularidade em alta, acima dos 55%. São os resultados da sondagem SIC/Expresso.

Marcelo Rebelo de Sousa quis transformar a Rresidência na República dos afetos e a ideia está, claramente a render-lhe popularidade.

Na primeira sondagem feita depois da tomada de posse, o Presidente da República aparece com um saldo muito acima da média, 55,5% que os próximos meses dirão se são para manter ou não.

Quem também não está nada mal na popularidade é António Costa. O primeiro-ministro sobe este mês mais de cinco pontos para quase 24%.
Catarina Martins também continua a subir e já ultrapassa os 17%, enquanto Assunção Cristas, que também é uma estreia nestes barómetros, consegue mais de 11 % de saldo positivo.

Pedro Passos Coelho, sobe em relação ao mês passado, mas ainda não chega aos 10%. E o único que continua em queda é Jerónimo de Sousa, que ainda assim tem um saldo positivo de pouco mais de 6%.

Será a popularidade dos líderes partidários proporcional aos votos que conseguiriam em urna? Nem sempre, mas neste capítulo mudou pouco no espaço de um mês.

Se as eleições legislativas fossem hoje, o PS venceria com pouco mais de 34% dos votos, menos sete décimas que no barómetro anterior.

O PSD, nem sobe, nem desce. Ficaria com os mesmos 32% do mês passado, enquanto o Bloco de Esquerda recupera cinco pontos e chega aos 9,7%.

A quarta força política continua a ser a CDU com 8,3%. O CDS de Assunção Cristas derrapa três décimas e chega aos 7,7%.

O PAN continua no fim da tabela com pouco mais de um por cento e também cai ligeiramente.

O estudo de opinião é da Eurosondagem, foi feito entre os dias 7 e 13 de abril através de 1026 entrevistas telefónicas validadas.

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida