sicnot

Perfil

País

PS perde votos, Marcelo entra em alta

Sondagem

PS perde votos, Marcelo entra em alta

Se as eleições legislativas fossem hoje o Partido Socialista venceria, sem maioria e com menos votos que há um mês. Na primeira sondagem depois da tomada de posse do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa aparece com a popularidade em alta, acima dos 55%. São os resultados da sondagem SIC/Expresso.

Marcelo Rebelo de Sousa quis transformar a Rresidência na República dos afetos e a ideia está, claramente a render-lhe popularidade.

Na primeira sondagem feita depois da tomada de posse, o Presidente da República aparece com um saldo muito acima da média, 55,5% que os próximos meses dirão se são para manter ou não.

Quem também não está nada mal na popularidade é António Costa. O primeiro-ministro sobe este mês mais de cinco pontos para quase 24%.
Catarina Martins também continua a subir e já ultrapassa os 17%, enquanto Assunção Cristas, que também é uma estreia nestes barómetros, consegue mais de 11 % de saldo positivo.

Pedro Passos Coelho, sobe em relação ao mês passado, mas ainda não chega aos 10%. E o único que continua em queda é Jerónimo de Sousa, que ainda assim tem um saldo positivo de pouco mais de 6%.

Será a popularidade dos líderes partidários proporcional aos votos que conseguiriam em urna? Nem sempre, mas neste capítulo mudou pouco no espaço de um mês.

Se as eleições legislativas fossem hoje, o PS venceria com pouco mais de 34% dos votos, menos sete décimas que no barómetro anterior.

O PSD, nem sobe, nem desce. Ficaria com os mesmos 32% do mês passado, enquanto o Bloco de Esquerda recupera cinco pontos e chega aos 9,7%.

A quarta força política continua a ser a CDU com 8,3%. O CDS de Assunção Cristas derrapa três décimas e chega aos 7,7%.

O PAN continua no fim da tabela com pouco mais de um por cento e também cai ligeiramente.

O estudo de opinião é da Eurosondagem, foi feito entre os dias 7 e 13 de abril através de 1026 entrevistas telefónicas validadas.

  • Funcionários públicos hoje em greve
    1:37

    Economia

    Os funcionários públicos estão hoje em greve. A paralisação pode fechar algumas escolas, centros de saúde e outros serviços públicos. O fim da precariedade e o reforço de pessoal são duas das reivindicações do protesto.

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12

    Quadratura do Círculo

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • Nove distritos sob aviso amarelo devido à chuva

    País

    Nove distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e de granizo, acompanhados de trovoada e rajadas fortes, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Bragança, Viseu, Porto, Vila Real, Guarda, Viana do Castelo, Castelo Branco, Coimbra e Braga são os distritos sob aviso o amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.