sicnot

Perfil

País

Avisos de mau tempo para os Açores e para a Madeira

As ilhas açorianas dos grupos oriental e central e a região montanhosa da ilha da Madeira estão sob aviso laranja com previsão de chuva forte, trovoada e vento, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

EDUARDO COSTA

"Tendo em conta a forte instabilidade atmosférica, eleva-se para laranja os avisos de precipitação e trovoada e acrescenta-se aviso de fenómenos de vento extremo para as ilhas do grupo Central, prolonga-se ainda os avisos para as ilhas do grupo Oriental", afirma o instituto em comunicado.

Até às 9:00 da manhã são esperados aguaceiros fortes e de granizo, trovoadas frequentes e vento, com hipótese de rajadas máximas.

Para as ilhas do grupo ocidental vigora, até às 9:00, o aviso amarelo, com chuva, granizo e trovoadas.

Na Madeira, o IPMA decretou aviso laranja para as regiões montanhosas até às 03:00, com períodos de chuva, por vezes forte, e trovoada, e aviso amarelo nas restantes regiões do arquipélago com previsão de chuva persistente até às 06:00.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras