sicnot

Perfil

País

Duas ilhas dos Açores sob aviso laranja após pequeno tornado

Duas ilhas dos Açores sob aviso laranja após pequeno tornado

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou para a laranja o aviso de precipitação, trovoada e vento em duas ilhas açoreanas, depois de se ter registado um pequeno tornado junto à costa da ilha de São Miguel.

O fenómemo foi registado num vídeo, publicado na página de Facebook do grupo Troposfera.

"Acrescenta-se aviso laranja de vento para as ilhas do grupo oriental [São Miguel e Santa Maria], devido à possibilidade de ocorrência de fenómenos de vento extremo associados à forte instabilidade atmosférica, tendo sido observado na costa sul da ilha de São Miguel um tornado por volta das 13:45 [mais uma hora em Lisboa]", adiantou o IPMA, numa nota de imprensa.

Fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) disse, em declarações à Lusa, que não se registaram até ao momento danos provocados pelo tornado.

Segundo o meteorologista Carlos Ramalho, da delegação do IPMA nos Açores, o fenómeno durou "minutos" e ocupou uma "área pequena", estimando-se que tenha passado "muito próximo da costa" da ilha de São Miguel.

De acordo com Carlos Ramalho, a forte instabilidade atmosférica que afeta o arquipélago tem originado a formação de "nuvens de desenvolvimento vertical", que têm provocado aguaceiros, granizo e trovoada nas ilhas.

As nove ilhas dos Açores estavam sob aviso amarelo até às 9:00 de segunda-feira, devido à possibilidade de ocorrência de aguaceiros fortes, granizo e trovoada, mas o IPMA elevou o aviso para laranja nas ilhas do grupo oriental (São Miguel e Santa Maria).

Até às 3:00 de segunda-feira, o IPMA prevê a ocorrência de trovoada frequente e concentrada, e de aguaceiros localmente fortes e de granizo nestas duas ilhas, emitindo ainda um aviso laranja relativo à rajada máxima de vento.

Com Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.