sicnot

Perfil

País

Crianças sobrevivem cada vez mais ao cancro, mas risco de desenvolver outro é grande

Duas em cada três crianças com cancro vão sobreviver cinco ou mais anos após o fim dos tratamentos, mas os sobreviventes de uma neoplasia pediátrica têm um risco seis vezes mais elevado de desenvolver um segundo cancro.

© Rodrigo Garrido / Reuters

Estes e outros dados são hoje apresentados no 17º encontro da PanCare, a rede europeia para o cuidado dos sobreviventes de cancro infantil, que decorre na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa.

Segundo Ana Teixeira, a médica pediatra responsável pela consulta dos DUROS - Doentes que Ultrapassaram a Realidade Oncológica com Sucesso, estão atualmente inscritas 744 pessoas nesse serviço.

A maioria (58%) destes inscritos é do sexo masculino, existindo utentes dos seis aos 56 anos, com a maioria (86%) a ter entre 10 e 30 anos.

A responsável pela consulta dos DUROS refere que muitos dos inscritos são sobreviventes de leucemias (37%), a patologia mais frequente em oncologia pediátrica, enquanto cerca de 25% são sobreviventes de linfomas e 10% de tumores renais.

Se, por um lado, dois terços desta população (68%) apresenta pelo menos uma sequela atribuível à doença e/ou às terapêuticas realizadas, na grande maioria dos casos não são sequelas que afetem de forma significativa a vida ou a qualidade de vida destes sobreviventes.

Algumas das sequelas são problemas dentários, cicatrizes cutâneas ou problemas endócrinos de fácil resolução.

Como sequelas graves, destaca-se o registo de 32 segundas neoplasias e cinco recidivas tardias da doença oncológica primitiva.

As segundas neoplasias mais observadas foram os carcinomas da tiroide, tumores do sistema nervoso central e carcinomas baso celulares cutâneos. Registaram-se duas mortes por entre os doentes com segundas neoplasias.

Os dados indicam que, para um sobrevivente de uma neoplasia pediátrica, o risco de desenvolver uma segunda neoplasia é cerca de seis vezes mais elevado do que em relação à população em geral.

Atualmente, cerca de dois terços das crianças com cancro irão sobreviver cinco ou mais anos após o término da terapêutica.

Ana Teixeira indica que 42 sobreviventes tiveram 48 filhos, sendo que "a infertilidade como sequela das terapêuticas anti neoplásicas tem vindo a tornar-se um problema cada vez mais raro, com uma melhor adequação das doses de quimioterapia e radioterapia a aplicar".

"Os problemas psicológicos e de integração social são muito frequentes nesta população, embora difíceis de quantificar, e é claramente uma área onde o apoio a estes sobreviventes tem muito para melhorar", acrescenta.

A consulta dos DUROS foi criada em março de 2007, no serviço de pediatria do IPO de Lisboa, tendo como objetivo fundamental organizar a vigilância da saúde destes sobreviventes, de uma forma adequada aos riscos consequentes da doença que tiveram e das terapêuticas anti neoplásicas que foram administradas.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28