sicnot

Perfil

País

PSD não leva a votos Programas de Estabilidade e de Reformas

O PSD não irá levar a votos os projetos de resolução que apresentou sobre o Programa Nacional de Reformas, porque este documento e o Programa de Estabilidade têm o "apoio inequívoco" do PS, PCP, BE e PEV.

MANUEL DE ALMEIDA

"Hoje não há dúvida nenhuma que o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas que o Governo vai endereçar à Assembleia da República tem o apoio inequívoco do PS, do PCP, do BE e do PEV, que são os partidos que sustentam politicamente o Governo no parlamento", afirmou o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, no final da reunião da bancada social-democrata.

Por isso, sublinhou, "não havendo dúvidas do apoio político do Governo por parte do parlamento" a votação não é determinante, já que socialistas, bloquistas, comunistas e partido ecologista Os Verdes têm a maioria dos deputados.

"Este é o plano do doutor António Costa, da deputada Catarina Martins, do deputado Jerónimo de Sousa e também da deputada Heloísa Apolónia", frisou o líder da bancada do PSD, insistindo que o apoio que o Governo tem no parlamento "não oferece dúvidas".

Luís Montenegro reiterou ainda que o PSD encara o debate com "toda a seriedade e toda a responsabilidade", lembrando que na quarta-feira - dia em que será discutidos em plenário os Programa de Estabilidade e de Reformas - também estarão em discussão os sete projetos de resolução entregues pelos sociais-democratas.

Dos sete diplomas, precisou, constam 222 "medidas concretas" em todas as áreas que foram consideradas eixos prioritários no Programa Nacional de Reformas.

"O nosso contributo é positivo, é construtivo para o Governo", declarou, admitindo, contudo, não ter existido nenhuma conversa com o grupo parlamentar do PS sobre os diplomas apresentados pelos sociais-democratas.

O Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas foram aprovados hoje no Conselho de Ministros e serão debatidos no plenário da Assembleia da República na quarta-feira.

Até agora o CDS-PP foi o único partido a anunciar que pretende levar os projetos de resolução que entregou sobre o Programa Nacional de Reformas a votos.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Já há destinos esgotados para o Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.