sicnot

Perfil

País

Tribunal ouve hoje suinicultores detidos em protesto

O Tribunal de Alcobaça vai ouvir hoje os dois suinicultores detidos na terça-feira à noite, num protesto que incluiu confrontos com as forças de segurança e condicionou o trânsito no Itinerário Complementar 2, também conhecido por Estrada Nacional 1.

CARLOS BARROSO/LUSA

Segundo a GNR, os dois detidos foram "identificados como os autores das agressões" aos militares que integraram o dispositivo de segurança e que responderam com "adequação" perante um avanço dos manifestantes sobre o cordão de segurança.

Os confrontos verificaram-se durante uma manifestação de mais de uma centena de suinicultores que por duas vezes efetuaram cortes parciais de estrada no IC2 (também denominado Estrada Nacional 1), o primeiro na zona de Venda das Raparigas (Benedita) e o segundo, a 10 quilómetros a norte, próximo da localidade de Casal da Charneca - Évora de Alcobaça.

A GNR diz que dois militares da Unidade de Intervenção "sofreram murros e pontapés em várias partes do corpo", mas os suinicultores afirmam não haver motivos para as detenções.

Lusa

  • Protesto de suinicultores terminou com dois detidos, um deles ferido
    2:54

    País

    O protesto que juntou meia centena de suinicultores desde as 14:00 de terça-feira terminou hoje por volta das 01:30, depois de dois cortes da Estrada Nacional 1, que resultaram em duas detenções e um ferido. Dois manifestantes foram detidos, tendo um deles ficado ferido durante os confrontos com a GNR, cerca das 23:30, durante o segundo corte da estrada, onde os suinicultores despejaram cargas de brita, condicionando a passagem do trânsito.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05