sicnot

Perfil

País

Bom tempo regressa no fim de semana

O fim de semana prolongado vai ser marcado pelo bom tempo, prevendo-se a partir e domingo céu pouco nublado ou limpo e uma subida da temperatura máxima até seis graus, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

© Rafael Marchante / Reuters (Arquivo)

"Vamos ter um fim de semana já com bom tempo, especialmente a partir de domingo e na segunda-feira. Hoje e sábado, ainda vamos ter muita nebulosidade e podem ocorrer períodos de chuva ou aguaceiros fracos de um modo geral por todo o país", disse à agência Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, hoje e no sábado está previsto vento fraco, neblinas ou nevoeiros em alguns locais e aguaceiros em geral fracos, mais prováveis nas regiões do norte e centro para o final do dia.

"No domingo, vamos ter a influência de uma crista anticiclónica e o céu vai tornar-se pouco nublado ou limpo e o vento vai soprar em geral fraco a predominar do quadrante leste. Vamos ter também uma subida dos valores da temperatura máxima, que será mais significativa na segunda-feira", explicou.

Segundo Maria João Frada, na segunda e na terça-feira vão registar-se valores das temperaturas máximas da ordem dos 20 a 25 graus Celsius em todo o território.

"As máximas poderão subir entre domingo e segunda-feira entre três a seis graus Celsius e, em princípio, devem manter-se na terça-feira. As mínimas não vão ter grande variação, podendo apenas haver na segunda-feira uma pequena subida de dois a três graus", disse.

As temperaturas mínimas, indicou a especialista do IPMA, vão variar na segunda-feira entre os 09 e os 13 graus.

"Assim, vamos ter sol a brilhar a partir de domingo. A partir de quarta-feira há incerteza e eventualmente poderá regressar o tempo instável como a nebulosidade e alguma precipitação nas regiões do norte e centro, mas ainda a confirmar", concluiu.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.