sicnot

Perfil

País

Bom tempo regressa no fim de semana

O fim de semana prolongado vai ser marcado pelo bom tempo, prevendo-se a partir e domingo céu pouco nublado ou limpo e uma subida da temperatura máxima até seis graus, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

© Rafael Marchante / Reuters (Arquivo)

"Vamos ter um fim de semana já com bom tempo, especialmente a partir de domingo e na segunda-feira. Hoje e sábado, ainda vamos ter muita nebulosidade e podem ocorrer períodos de chuva ou aguaceiros fracos de um modo geral por todo o país", disse à agência Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, hoje e no sábado está previsto vento fraco, neblinas ou nevoeiros em alguns locais e aguaceiros em geral fracos, mais prováveis nas regiões do norte e centro para o final do dia.

"No domingo, vamos ter a influência de uma crista anticiclónica e o céu vai tornar-se pouco nublado ou limpo e o vento vai soprar em geral fraco a predominar do quadrante leste. Vamos ter também uma subida dos valores da temperatura máxima, que será mais significativa na segunda-feira", explicou.

Segundo Maria João Frada, na segunda e na terça-feira vão registar-se valores das temperaturas máximas da ordem dos 20 a 25 graus Celsius em todo o território.

"As máximas poderão subir entre domingo e segunda-feira entre três a seis graus Celsius e, em princípio, devem manter-se na terça-feira. As mínimas não vão ter grande variação, podendo apenas haver na segunda-feira uma pequena subida de dois a três graus", disse.

As temperaturas mínimas, indicou a especialista do IPMA, vão variar na segunda-feira entre os 09 e os 13 graus.

"Assim, vamos ter sol a brilhar a partir de domingo. A partir de quarta-feira há incerteza e eventualmente poderá regressar o tempo instável como a nebulosidade e alguma precipitação nas regiões do norte e centro, mas ainda a confirmar", concluiu.

Lusa

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.