sicnot

Perfil

País

Polícia angolana investiga a morte de português em Luanda

Polícia angolana investiga a morte de português em Luanda

A policia angolana está a investigar a morte de um cidadão português que terá sido assassinado durante um assalto à residência. A morte terá ocorrido na noite de terça para quarta-feira, quando cinco homens assaltaram o apartamento onde vivia António Guerra, de 56 anos. À SIC, um dos filhos revelou que a morte foi violenta e conta que, apesar de ter contactado o governo português, ainda não obteve resposta.

Em declarações à agência Lusa, o inspetor-chefe Mateus Rodrigues disse que a polícia está ainda a investigar as circunstâncias em que terá ocorrido o crime. "Estamos a investigar e tão logo tenhamos mais informações viremos a público informar", referiu.

Contactada pela Lusa, fonte consular da embaixada portuguesa em Angola informou que a morte terá ocorrido na noite de terça para quarta-feira, quando cinco homens assaltaram o apartamento onde vivia António Guerra, de 56 anos, no bairro dos Pescadores.

António Guerra estava inscrito no consulado desde 2012, era natural de Cascais, casado e com cinco filhos.

O consulado está em contacto com a empresa em que trabalhava, um aviário em Luanda, para a transladação do corpo.

Com Lusa

  • Nuno Espírito Santo volta a desenhar no quadro
    6:54

    Desporto

    O treinador do FC Porto usou hoje de novo o marcador para desenhar e assim tentar explicar-se melhor. Foi na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Sporting de Braga. "Sei que isto vai ser motivo de brincadeira, crítica e análise", disse. "Não reparem no desenho, prestem atenção ao conteúdo".

  • "A frase que mais ouço quando digo que sou blogger é: 'Mas dá para viver disso?'"

    Web Summit

    É certo e sabido que a internet e as redes sociais abriram as portas a novas realidades laborais e sobretudo a oportunidades profissionais espalhadas um pouco por todo o mundo. Portugal não foge à regra e é cada vez mais uma parte desse todo, como o demonstra a organização da WebSummit para o triénio 2016-18. Foi precisamente por lá que encontramos a Sara Riobom, uma engenheira industrial convertida à blogosfera e a fazer vida disso mesmo.

    Martim Mariano