sicnot

Perfil

País

Primeiro-ministro abre ao público residência oficial no 25 de Abril

O primeiro-ministro, António Costa, decidiu abrir ao público, na segunda-feira, pelo 42º aniversário da revolução de 25 de Abril, os jardins e algumas salas da sua residência oficial, em São Bento, retomando um ato interrompido em 2013.

MANUEL DE ALMEIDA

Antes, durante a manhã, como é habitual, o líder do executivo estará presente na Assembleia da República na sessão solene comemorativa da revolução de 25 de Abril de 1974.

Numa nota enviada à agência Lusa, refere-se que a residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, Lisboa, estará aberta ao público entre as 14:30 e as 19:00, período em que ali haverá também um programa cultural.

Numa das salas da residência oficial do primeiro-ministro será passado um documentário da Associação 25 de Abril alusivo à revolução e poderão também ser escutadas algumas das vozes da rádio do dia 25 de Abril de 1974.

Após a abertura de portas ao público, pelas 15:00, atuarão o ensemble de cordas da Orquestra Jovem Municipal Geração de Lisboa, seguindo-se os ensemble de sopros e percussão desta mesma orquestra.

Entre as 16:40 e as 18:00, haverá um momento musical interpretado pelo guitarrista Pedro Joia e a uma atuação da "Lisbon Poetry Orchestra".

Durante a tarde, nos jardins da residência oficial de São Bento, haverá arte urbana com os grupos "Lata 65" e "G.A.U".

A última vez que a residência oficial do primeiro-ministro esteve aberta ao público no feriado de 25 de Abril aconteceu em 2012, no primeiro ano do executivo PSD/CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho.

No ano passado, Pedro Passos Coelho assinalou o 25 de Abril com um almoço com atletas portugueses medalhados em jogos olímpicos.

Em 2014, o ex-primeiro-ministro teve uma iniciativa semelhante, tendo assinalado este feriado com um almoço com jovens representantes de associações estudantis e juvenis.

Em 2013, com Portugal em pleno programa de assistência económica e financeira, as portas da residência oficial do primeiro-ministro não estiveram abertas ao público.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.