sicnot

Perfil

País

Primeiro-ministro abre ao público residência oficial no 25 de Abril

O primeiro-ministro, António Costa, decidiu abrir ao público, na segunda-feira, pelo 42º aniversário da revolução de 25 de Abril, os jardins e algumas salas da sua residência oficial, em São Bento, retomando um ato interrompido em 2013.

MANUEL DE ALMEIDA

Antes, durante a manhã, como é habitual, o líder do executivo estará presente na Assembleia da República na sessão solene comemorativa da revolução de 25 de Abril de 1974.

Numa nota enviada à agência Lusa, refere-se que a residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, Lisboa, estará aberta ao público entre as 14:30 e as 19:00, período em que ali haverá também um programa cultural.

Numa das salas da residência oficial do primeiro-ministro será passado um documentário da Associação 25 de Abril alusivo à revolução e poderão também ser escutadas algumas das vozes da rádio do dia 25 de Abril de 1974.

Após a abertura de portas ao público, pelas 15:00, atuarão o ensemble de cordas da Orquestra Jovem Municipal Geração de Lisboa, seguindo-se os ensemble de sopros e percussão desta mesma orquestra.

Entre as 16:40 e as 18:00, haverá um momento musical interpretado pelo guitarrista Pedro Joia e a uma atuação da "Lisbon Poetry Orchestra".

Durante a tarde, nos jardins da residência oficial de São Bento, haverá arte urbana com os grupos "Lata 65" e "G.A.U".

A última vez que a residência oficial do primeiro-ministro esteve aberta ao público no feriado de 25 de Abril aconteceu em 2012, no primeiro ano do executivo PSD/CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho.

No ano passado, Pedro Passos Coelho assinalou o 25 de Abril com um almoço com atletas portugueses medalhados em jogos olímpicos.

Em 2014, o ex-primeiro-ministro teve uma iniciativa semelhante, tendo assinalado este feriado com um almoço com jovens representantes de associações estudantis e juvenis.

Em 2013, com Portugal em pleno programa de assistência económica e financeira, as portas da residência oficial do primeiro-ministro não estiveram abertas ao público.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.