sicnot

Perfil

País

Presidente da República confirma visita do secretário-geral da ONU a Portugal

Presidente da República confirma visita do secretário-geral da ONU a Portugal

O Presidente da República confirmou esta tarde que o secretário-geral da ONU vem a Portugal. A visita está marcada para daqui a duas semanas. Marcelo Rebelo de Sousa considera que será uma boa oportunidade para falar da candidatura de António Guterres ao cargo, que ainda é ocupado por Ban Ki-Moon.

  • Marcelo não fala sobre eventual quebra de poder do BPI no BFA
    0:55

    Economia

    O Presidente da República não quer comentar a eventual quebra de poder do BPI no Banco de Fomento de Angola (BFA), nem o retomar das negociações entre Isabel dos Santos e Caixabank. Marcelo Rebelo de Sousa foi esta manhã interrogado pelos jornalistas sobre os novos desenvolvimentos, mas não fez qualquer comentário.

  • António Guterres elogiado pelo discurso claro e seguro
    2:20

    Mundo

    António Guterres foi ouvido na sede da ONU para apresentar o programa com que se candidata a secretário-geral da organização e acabou por ser elogiado pelo discurso claro e seguro. Foi uma espécie de entrevista em que disse que a experiência como Alto Comissário para os Refugiados o preparou para assumir a responsabilidade máxima na ONU e também falou na capacidade de diálogo que teve enquanto chefiou o governo português.

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.