sicnot

Perfil

País

Governo estuda possibilidade de "abate e venda" do Kamov acidentado desde 2012

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, disse hoje que está a ser estudada a possibilidade de "abate e venda" do helicóptero kamov de combate a incêndios florestais, acidentado desde 2012.

Na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Jorge Gomes adiantou que uma das possibilidades a estudar e trabalhar passa pelo "abate e venda" do helicóptero pesado do Estado, que sofreu um acidente em 2012, durante o combate a um incêndio florestal.

O secretário de Estado adiantou que a reparação deste Kamov "é muita complicada".

Dos seis helicópteros Kamov da frota do Estado, apenas três estão aptos para voar, estando dois inoperacionais e outro acidentado desde 2012.

O secretário de Estado afirmou que os dois Kamov inoperacionais, um desde 2015 e outro desde 2013, estão a ser reparados com o objetivo de integrar o dispositivo de combate a incêndios florestais (DECIF) de 2017.

Sublinhou, no entanto, que, se "o processo de reparação for rápido", ainda podem integrar o DECIF deste ano.

Jorge Gomes esclareceu que, dos três helicópteros Kamov operacionais, um deles está neste momento em processo de manutenção, devendo integrar o dispositivo de combate a incêndios a 15 de maio.

Segundo o secretário de Estado, o DECIF deste ano vai contar com os três helicópteros pesados, num total de 47 meios aéreos.

Aos deputados, Jorge Gomes anunciou ainda que vai ser lançado, em maio, um concurso de cinco milhões de euros com fundos comunitários, destinados a veículos dos bombeiros voluntários, no qual se incluem os carros que arderam no combate aos fogos do ano passado.

O secretário de Estado avançou ainda que, também em maio, vai ser lançado um outro concurso, no valor de sete milhões de euros, para construção e renovação dos quartéis dos bombeiros.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.