sicnot

Perfil

País

Portugal propôs alteração da ordem alfabética para nomear secretário-executivo da CPLP

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou hoje que Portugal propôs uma alteração da ordem alfabética na escolha do secretário-executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

SIC

Augusto Santos Silva falava na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, realizada a pedido do Partido Social-Democrata (PSD).

"A lógica da sucessão por ordem alfabética dos secretários-executivos e das presidências pelo nome dos países), determinada pelos estatutos, podia colocar uma dificuldade para os países africanos", disse Santos Silva, referindo-se ao período 2016-2018 em que o Brasil terá a presidência 'pro tempore' e Portugal o secretariado-executivo da CPLP.

O governo português apercebeu-se "desta dificuldade", em que, pela primeira vez desde a fundação da Comunidade, nenhum país africano assumiria estes cargos de coordenação da CPLP, disse, na resposta a uma pergunta do deputado do PSD José Cesário.

Portugal propôs uma alteração da ordem com São Tomé e Príncipe, aceite por todos os Estados-membros.

O conselho de ministros decidiu alterar a ordem dos dois próximos mandatos do secretário-executivo, cabendo em 2016-2017 a São Tomé e Príncipe e em 2018-2019 a Portugal.

Esta situação levou o governo português a propôr uma revisão dos estatutos da CPLP, na sequência de algumas dúvidas de Estados-membros. O governo português considera que não deve haver qualquer dúvida sobre a matéria estatutária em vigor na CPLP, afirmou.

O responsável português disse que a CPLP não é "está isenta de tensões, mas é exemplar na forma como as gere", com plena consciência de que se trata de um organismo intergovernamental, constituído por nove Estados-membros iguais em direitos e em responsabilidades, cujas decisões são tomadas por consenso.

Em março, na 14.ª reunião do conselho de ministros extraordinário da CPLP, os chefes da diplomacia da organização lusófona decidiram que o próximo mandato do secretário-executivo será de quatro anos e a primeira metade caberá a São Tomé e Príncipe e a segunda metade será assumida por Portugal.

Os estatutos da organização preveem que o secretário-executivo seja indicado pelos Estados-membros, de forma rotativa, por ordem alfabética crescente. Os mandatos são de dois anos, renováveis por igual período.

Portugal considerava que, à luz dos estatutos, lhe caberia agora indicar um nome para o secretariado-executivo, mas alguns países, como Angola, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe invocaram a existência de um acordo verbal segundo o qual Lisboa não poderia candidatar-se ao cargo por acolher a sede da organização.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25