sicnot

Perfil

País

Dono do restaurante do Cais do Sodré onde ocorreram desacatos quer trazer a família para Portugal

Dono do restaurante do Cais do Sodré onde ocorreram desacatos quer trazer a família para Portugal

A PSP marcou presença, ontem à noite, à porta do restaurante de Kebab, no Cais do Sodré, em Lisboa. Vários agentes estiveram na mesma rua onde ocorreram desacatos na manhã de segunda-feira. A PJ continua a tentar identificar o portador da arma disparada. O Palácio do Kebab está aberto há cerca de 2 meses e assim deverá continuar até porque o dono é um cidadão estrangeiro, de origem curda, que espera um dia poder trazer, para Portugal, a mulher e os dois filhos.

  • O que aconteceu no Cais do Sodré segundo o dono do restaurante
    2:08

    País

    Um caso de violência foi registado nas ruas do Cais do Sodré, em Lisboa, ao início da manhã de ontem. O jornalista da SIC Paulo Varanda falou com um dos envolvidos, o dono de um restaurante, que contou a sua versão do que aconteceu, apesar de não querer falar para a câmara.

  • Dono de restaurante atacado por recusar servir comida no Cais do Sodré
    1:49

    País

    Um grupo de jovens atacou o dono de um restaurante no Cais do Sodré, em Lisboa, que recusou a servir-lhes comida às 7:30 a manhã, ontem. Entre várias agressões foi também disparado um tiro. Sete pessoas foram hospitalizadas. A luta foi filmada por telemóvel e as imagens podem ferir a sensibilidade de alguns espetadores.

  • Novo vídeo das agressões no Cais do Sodré
    0:48

    País

    A SIC recebeu novas imagens das cenas de violência de ontem, no Cais do Sodré, em Lisboa. O vídeo, gravado com um telemóvel, mostra primeiro os momentos que antecederam a luta entre o dono do restaurante e um grupo de jovens.

  • PSP reafirma que noite lisboeta é segura
    0:31

    País

    A PSP reafirmou que a noite lisboeta é segura e que apesar das imagens no Cais do Sodré, esta foi uma situação isolada. Durante esta tarde, na Sic Notícias, o Comissário Nelson Ribeiro comentou a violência da noite passada na capital.

  • PSP vigia restaurante no Cais do Sodré onde se registaram desacatos
    0:28

    País

    Foi reforçada a segurança junto ao restaurante onde, na manhã de segunda-feira, um grupo de jovens se envolveu em violentos desacatos com o dono do estabelecimento. Ao início da madrugada, era visível a presença de dois elementos da PSP em frente ao Palácio do Kebab, na rua Dom Luis I, no Cais do Sodré em Lisboa. O restaurante esteve aberto ontem, um dia depois dos desacatos.

  • Segurança reforçada à porta de restaurante no Cais do Sodré
    1:22

    País

    A segurança foi reforçada à porta do restaurante do Cais do Sodré, em Lisboa, palco dos mais recentes episódios de violência. O dono foi agredido por ter recusado servir um grupo que acabava de sair de uma discoteca. As sete pessoas envolvidas nos desacatos foram identificadas, mas não houve qualquer detenção.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35