sicnot

Perfil

País

PGR desmente ter recebido pedidos relacionados com André Gustavo

A Procuradoria Geral da República desmente ter recebido pedidos relacionados com André Gustavo. No âmbito da designada Operação Lava Jato, a justiça brasileira estará a investigar responsável pelas campanhas eleitorais de Pedro Passos Coelho.

O nome de André Gustavo Vieira da Silva aparece na mega-investigação ao esquema de corrupção que ficou conhecido no Brasil por Lava-Jato.

O publicitário brasileiro é sócio da Arcos Propaganda, uma empresa de comunicação que alegadamente terá realizado contratos com um banco estatal brasileiro suspeito de ter financiado irregularmente políticos e grupos privados ligados ao PT.

Em Portugal, o PSD foi o único cliente conhecido de André Gustavo. O brasileiro coordenou as campanhas eleitorais de Pedro Passos Coelho em 2011 e 2015.

A ligação ao PSD é de resto antiga. Tem 20 anos e começou no Nrasil quando Gustavo travou conhecimento com o antigo líder do partido, Luís Filipe Menezes.

Há notícias que alegam que a justiça brasileira terá pedido a colaboração do Ministério Público
para investigar o trabalho com o PSD em Portugal, mas, ao início da tarde, a Procuradoria-Geral da República desmentiu ter recebido qualquer pedido relacionado com André Gustavo.

Contactado pela SIC, o próprio André Gustavo disse não ter recebido qualquer pedido de informação nem por parte do Brasil, nem por parte das autoridades portuguesas, nem por parte do PSD. E sublinhou que não foi notificado pela justiça para prestar esclarecimentos.

O PSD diz também que não recebeu das autoridades qualquer pedido de informação sobre os serviços prestados pelo brasileiro.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.